Crónica de Alice Vieira | Juventude de Espírito

JUVENTUDE DE ESPÍRITO Alice Vieira   Quando refiro a minha idade (que nunca escondo…) e, na melhor das intenções, as pessoas me dizem, com um sorriso de orelha a orelha, “o que interessa é a juventude de espírito”, lembro-me sempre do que respondia a minha prima Maria Lamas, no tempo em que vivi com ela em Paris:” pois é, mas infelizmente a juventude de espírito não me ajuda a descer escadas.” Nestes últimos tempos tenho pensado muito nessa história da juventude de espírito. Porque também tem os seus inconvenientes. Quero…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | Imagens que ardem

Crónica de Alexandre Honrado – Imagens que ardem   Ouvi há dias a uma garota um raciocínio simples e angustiante que ela, todavia, mostrava com grande segurança e convicção: “fui àquela entrevista de emprego, fizeram-me umas perguntas, escrevi um texto, e consegui o lugar. O que eu disse foi a gaguejar, o meu texto era péssimo, nunca tive jeito para escrever nada, mas ia linda, muito bem maquilhada, e eles deram valor à imagem”. Nos imensos patamares de valoração dos mais diversos universos culturais, a imagem conta hoje com uma…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado – Michel Serres

Crónica de Alexandre Honrado – Michel Serres   No meu passado extremista e inquieto, cheio de asneiras e impulsos, não cabia Michel Serres. Estavam lá outros, é certo, mais aguerridos, mais intervenientes, mais engajados, daqueles que desferiam pensamentos que assobiavam como flechas. Faziam dobrar as ideias políticas, riam-se dos descalabros económicos, enquadravam o social, desmitificavam o género, o sexo, o sucesso, eram cultura de manhã à noite. Não era importante para quem estava à minha volta que eu me munisse deste ou daquele, que preferisse os mais violentos, que formasse…

Ler mais

Folhetim | Casa de Hóspedes (15º. Episódio)

FOLHETIM | Uma rubrica de Licínia Quitério   Casa de Hóspedes (15º. Episódio) O Verão estava a chegar e a luz, agora mais brilhante, a penetrar pelos vidros da clarabóia, evidenciava o mofo nas paredes das escadas do prédio. Na mercearia do Albertino, começavam a aparecer as nêsperas gorduchas e um bocadinho descoradas, a falta de Sol, já se vê, da árvore do quintal da D. Balbina, mais precisamente das pernadas pendentes para o pátio do maroto que as vendia fazendo crer que as tinha comprado. A D. Laura é que…

Ler mais

Crónica de Alice Vieira | Viagem à Madeira

VIAGEM À MADEIRA Alice Vieira   Gabava-me de conhecer bem  a Madeira, de tantas vezes que lá tenho ido—desde que lá caí pela primeira vez nos anos 90, a convite do então Padre Edgar, que tinha fundado o MAC (Movimento Apostolado das Crianças) onde fazia um trabalho extraordinário com os miúdos de rua de Câmara de Lobos, criando, entre outras coisas, escolas abertas para os ensinar a ler e a escrever. Já nem me lembro como ele se lembrou de mim—mas a verdade é que foi ele que me levou…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado – A Democracia a Moribundar-se

Se por estes dias escrevêssemos o obituário da democracia portuguesa andaria próximo de um exercício de um assassínio póstumo de reputação. Então, os legítimos democratas sairiam maltratados, os que por ele se revestem de peles de cordeiro de um regime que os acoita, sairiam mal vistos, os que aprenderam na pele e na prática que a Democracia é o último reduto da celebração humana, ficariam arredados do epitáfio. E todos os que deram a vida, a saúde, a alma para que nós pudéssemos ser mais do que eles sem os…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado – Reflexão antes das eleições

À beira da escolha de alguns, poucos e sem grande relevo, deputados portugueses para lidarem com as decisões que os grandes grupos políticos e sobretudo os económicos europeus irão impor aos países da União Europeia no novo quadro do Parlamento eleito por estes dias, cumpro o meu tempo de reflexão e aguardo com sábia impaciência os novos tempos que, temo, irão transformar a Europa, provavelmente, retirando-lhe força e oferecendo-a a radicais e a populistas insanos que não amam o chão que pisam e desdenham os seres com que se cruzam…

Ler mais

Folhetim | Casa de Hóspedes (14º. Episódio)

FOLHETIM | Uma rubrica de Licínia Quitério   Casa de Hóspedes (14º. Episódio) Não pode, não diga, senhora, acudiu a Dona Júlia, sem perceber muito bem o que se tinha passado, mas se lhe fizer bem dizer, olhe que eu sou um poço, a minha boca não se abre, e fechava-a de canto a canto, correndo sobre ela dois dedos unidos. A outra não a ouvia e repetia-se, deu um murro na mesa, parecia louco, parecia mesmo louco. E então o que aconteceu depois, interrogou a outra, já intrigada. Ai, Dona…

Ler mais

Crónica de Alice Vieira | Uma história verdadeira

Crónica de Alice Vieira | Uma história verdadeira   UMA HISTÓRIA VERDADEIRA Alice Vieira   Todos os dias somos atacados, através da net, pelos mais variados textos. E então agora, com as famigeradas fake news…é um ver se te avias. Há sempre quem se encarregue de nos mandar histórias ou pequenos filmes com os mais estranhos acontecimentos, ou relatos de reuniões que nunca existiram, ou desastres que nunca aconteceram, ou petições a propósito de tudo e de nada, ou notícias  que nos dizem ser rigorosamente verdadeiras mas que qualquer um, sem…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado – Há tanta Ideia Por Pensar (parte 7)

HÁ TANTA IDEIA POR PENSAR Uma pequena homenagem a Vergílio Ferreira     Não são as religiões –  é a política que conduz os homens aos seus embates mais ferozes. Mas é a imoral dos preconceitos que distingue os homens racionais dos que agem irracionalmente. Um dia todos nos libertaremos. É uma utopia saudável, pensá-lo. Pensar é uma utopia saudável. Deixaremos então a farsa antiga da mitologia e da revelação, pelo que podemos vir a ser juntos e em inter-relação. Pensar há de ser isso. Deus não está morto. Pode…

Ler mais