Este ano as comemorações do 25 de abril na Residência Oficial do Primeiro Ministro são online

A residência oficial do primeiro ministro “abre” esta tarde aos cidadãos, através da Internet. Tradicionalmente no dia no dia 25 de abril, o primeiro ministro abre ao público as portas do Palacete de São Bento para a “celebração do 25 de abril, a grande festa da democracia”. Este ano a tradição mantém-se mas de forma adaptada as circunstancias causadas pela pandemia da covid-19 pelo que será possível entrar em São Bento, sem sair da sua casa. António Costa lançou o desafio aos diretores artísticos dos Teatros Nacionais de São Carlos,…

Ler mais

Câmaras de Torres Vedras e de Sintra comemoram o 25 de abril

Com as comemorações condicionadas pela pandemia, como acontece em quase todo o país, ambos os municípios remetem as celebrações para o nível digital. A Câmara Municipal de Torres Vedras refere que “os 46 anos da liberdade trazida pela “Revolução dos Cravos” são comemorados pela Câmara Municipal de Torres Vedras através de um conjunto de iniciativas que decorrem em meio digital” remetendo as comemorações para três sítios web: Clamar a Liberdade 24 de abril de 2020 | sexta Vítor Rua | Serenidade 24 de abril de 2020 | sexta 25 de Abril 25 de…

Ler mais

Comemorações do 25 de abril em estado de emergência

A União Sindical de Torres Vedras, Cadaval, Lourinhã, Mafra e Sobral de Monte Agraço em comunicado enviado às redações, associa-se a várias organizações, nomeadamente, à Associação 25 de Abril, Precários Inflexíveis, Associação Portuguesa de Deficientes, Bloco de Esquerda, Comissão da Juventude da UGT, Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses, Conselho Nacional da Juventude, Juventude Socialista, Partido Comunista Português, Partido Ecologista “Os Verdes”, Partido Socialista e União Geral dos Trabalhadores, entre outros, num apelo à comemoração do 25 de abril em tempo de pandemia e de estado de emergência. Fazemos esta evocação…

Ler mais

Cronologia 25 Abril 1974 || 25 de Abril – 20h05

    É lida, através dos emissores do RCP, a Proclamação do Movimento das Forças Armadas. “O Movimento das Forças Armadas, que acaba de cumprir com êxito a mais importante das missões cívicas dos últimos anos da nossa História, proclama á Nação a sua intenção de levar a cabo, até á sua completa realização, um programa de salvação do País e de restituição ao Povo Português das liberdades cívicas de que vem sendo priva.”     [Fonte: Centro de Documentação 25 de Abril]

Ler mais

Cronologia 25 Abril 1974 || 25 de Abril – 20h00

  Da sede da Rua António Maria Cardoso, agentes da PIDE/DGS disparam sobre manifestantes que se concentraram junto ao edifício. Registam-se 4 mortos e 45 feridos. Fernando dos Reis, Fernando Gesteiro, João Arruda e José Barnetto foram as vítimas mortais da Revolução de Abril, em frente à sede da PIDE. O mais novo tinha 18 anos, o mais velho 37.   [Fonte: Centro de Documentação 25 de Abril/ Imagem arq. AML]  

Ler mais

Cronologia 25 Abril 1974 || 25 de Abril – 16h30

  Depois de expirar o prazo inicial para a rendição anunciado por megafone pelo capitão Salgueiro Maia (1) e de negociações, Marcello Caetano anuncia rendição e pede que um oficial do MFA de patente não inferior a coronel se apresente no quartel. (1) “Atenção Quartel do Carmo, atenção quartel do Carmo. Damos 10 minutos para  se renderem. Toadas as pessoas que ocupam o quartel devem sair desarmados e com as mãos no ar. Se não saírem destruiremos o edifício” [Fonte: Centro de Documentação 25 de Abril e Lisboa Antigamente]  

Ler mais

Cronologia 25 Abril 1974 || 25 de Abril – 12h30

  As tropas de Salgueiro Maia cercam o Largo do Carmo e recebem ordens para abrir fogo sobre o Quartel da GNR para obter a rendição de Marcello Caetano. Além do presidente do Conselho, no quartel estão mais dois ministros do seu Governo. Vivem-se momentos de tensão no largo, onde centenas de pessoas acompanham os acontecimentos.   [Fonte: Centro de Documentação 25 de Abril]

Ler mais