Opinião Política | Leila Alexandre (PS)

Dei voltas e voltas sobre o que escrever, que mensagem passar. Vivemos tempos extraordinários, para os quais ninguém se podia preparar minimamente. Estamos desacelerados, de planos adiados, sem poder prever o amanhã. Então começaram a ecoar na minha mente alguns versos escritos por Fernando Pessoa, como Álvaro de Campos, hoje mais atuais do que nunca: Depois de amanhã, sim, só depois de amanhã… Levarei amanhã a pensar em depois de amanhã, E assim será possível; mas hoje não… Não, hoje nada; hoje não posso. A persistência confusa da minha subjetividade…

Ler mais

Opinião Política | Leila Alexandre (PS) – Amor em tempos de guerra

Comecei por querer falar sobre amor em tempos de vírus, depois amor em tempos de pandemia, depois amor em tempos de estado de emergência. Sabia que queria muito falar do que mais precisamos neste momento difícil: amor. Sem saber bem que nome dar ao período que atravessamos, decidi designá-lo de acordo com o que sinto: são tempos de guerra. Amor em tempos de guerra. Estamos no início do pior. Os números não mentem, a matemática não engana. Não há uma cura, não há magia, os países à nossa volta mostram-nos…

Ler mais

Opinião Política | Leila Alexandre (PS) – Falar para o boneco. Turismo e habitação no concelho de Mafra

Falar para o bonecoTurismo e habitação no concelho de Mafra   Ser oposição é, muitas vezes, “falar para o boneco”. Custa admitir, é desmotivante, mas é a realidade e devemos encará-la sem floreados. A 29 de novembro de 2018, lancei à Câmara Municipal de Mafra, em nome da bancada do Partido Socialista, um conjunto de recomendações que procuravam promover um equilíbrio, que hoje não existe, entre turismo e habitação e também fomentar uma perspetiva de turismo sustentável. «O Partido Socialista reconhece a importância incomparável do turismo no tecido económico do…

Ler mais

Opinião Política | Leila Alexandre (PS) – Estamos preparados para decidir sobre a eutanásia?

Nota prévia: A votação, na Assembleia da República, dos Projetos de Lei elaborados por cinco diferentes forças políticas sobre a despenalização da eutanásia foi esta quinta-feira. Escrevo a minha opinião a 18 de fevereiro, dois dias antes, desconhecendo resultados e sem qualquer capacidade de os prever.   Há várias questões que têm sido colocadas nos últimos dias, em que a eutanásia é um tema quente no foro político e na comunicação social. Faço um (grande) parêntesis antes de continuar: ouvimos a eutanásia em discussão na praça pública? Nos nossos locais…

Ler mais

Opinião Política | Leila Alexandre (PS) – Liberdade, necessidade e garantia

Se eu não tenho asseguradas as condições necessárias para uma existência digna, serei livre? Ontem, Pedro Nuno Santos deu o pontapé de saída para que hoje eu pudesse escrever. Ao recordar, na iniciativa “Prestar Contas”, as principais diferenças dos ideais e causas socialistas em relação aos demais, devolveu-me o ímpeto de defender alto e bom som que a liberdade só é verdadeira quando está garantida a satisfação das necessidades básicas: bem-estar físico, mental e social, habitação, mobilidade e educação. “Queremos que o nosso povo seja verdadeiramente livre. É aquilo que…

Ler mais

Opinião Política | Leila Alexandre (PS) – Banalização, generalização e liberdade

Já uma vez aqui escrevi sobre os perigos dos -ismos. Cada vez mais sou da opinião de que tudo o que é generalizado, agrupado em classes, perde ou faz perder liberdade. Precisamos de etiquetas porque os comportamentos, tendências e atitudes precisam de uma designação que os identifique – é uma necessidade de comunicação e um hábito de “catalogar” -, mas com isso referimos-nos ao coletivo, à maioria dentro de um grupo, e esquecemos o “caso a caso”. Ter a capacidade de olhar para cada indivíduo, cada ação, motivação e propósito…

Ler mais

Opinião Política | Leila Alexandre (PS) – Transportes públicos gratuitos? Sim e não

Transportes públicos gratuitos? Sim e não. De esquerda como assumidamente sou, defendo que os transportes públicos (à semelhança dos demais serviços públicos) devem ser tendencialmente gratuitos – isto num cenário ideal. Não vivendo num país ideal, nem numa realidade utópica, e desviando-me da esquerda ao centro, acredito que estes serviços devem, pelo menos até melhores condições, ser prestados a valores proporcionais aos rendimentos reais de cada indivíduo/agregado familiar. Está quase a fazer um ano desde a implementação do passe social, uma medida importantíssima para as famílias, mas que está a…

Ler mais

Opinião Política | Leila Alexandre (PS) – Dores de crescimento… e como em Mafra se está a ceder à outra direita

Dores de crescimento… e como em Mafra se está a ceder à outra direita   Mafra tem décadas de poder à direita. Do mal o menos, falamos de uma direita central. Não podemos ignorar as mudanças a que assistimos e com as quais vivemos no concelho. A população aumentou, estamos “mais perto” da capital, temos mais infraestruturas e equipamentos, fruto deste crescimento demográfico e usufruímos da medida dos passes sociais, o que ainda nos aproxima mais, não em termos de distância, mas por redução de custos, das áreas mais urbanas…

Ler mais

OPINIÃO POLÍTICA | Leila Alexandre (PS) – Delegar ou comandar – O não-dilema do Executivo PSD

Delegar ou comandar – O não-dilema do Executivo PSD   A Câmara Municipal de Mafra tem como orçamento para 2020 um bolo de mais de 66M€. Deste bolo, cabem às Juntas de Freguesia, pelas verbas consignadas aos Contratos Interadministrativos e Acordos de Execução umas migalhas que pouco ultrapassam os 2M€. Isto representa cerca de 3% do orçamento para o concelho. Saúdo os Presidentes de Junta do concelho de Mafra: é preciso ter um grande espírito de missão, de serviço público, de sacrifício para aceitar dar corpo a esta tarefa. É…

Ler mais

OPINIÃO POLÍTICA | Leila Alexandre (PS) – Ninguém gosta de campanhas políticas

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup] Ninguém gosta de campanhas políticas   Felizmente, estamos num país onde há momentos eleitorais distintos com uma regularidade que beneficia a democracia. Inevitavelmente, esses momentos eleitorais são precedidos de campanhas políticas por todos os partidos, mais ou menos intensas, mais ou menos prolongadas, mais ou menos dispendiosas, mais ou menos úteis. Todas têm um elemento comum – pouca atratividade. (Quase) Ninguém gosta de campanhas políticas. Arruadas e comícios fazem o terror de quem está na rua. Nós, políticos, chegamos ao local onde está prevista a ação de…

Ler mais