Crónica de Alexandre Honrado | O cidadão presidente e o necrófilo

O cidadão presidente e o necrófilo A entrevista feita por um não jornalista a um não sujeito, o primeiro à procura de audiências e o outro felicíssimo pela atenção que lhe foi dispensada, trouxe alguns comentários para a praça pública. A confusão do entrevistado que não sabe nada sobre história, que confunde o passado e deseja para todos o que todos em seu juízo rejeitaram, só teve rival com a convicção do não jornalista, sorridente, pensando estar a fazer um serviço enorme, talvez até público, retirando arsénico e rendas velhas…

Ler mais

Sintra | Câmara não aceitará em 2019 a transferência de competências do estado central

Em reunião do executivo, que teve ligar a 8 de janeiro, a Câmara Municipal de Sintra, liderada por Basílio Horta, à frente de uma lista apresentada pelo Partido Socialista, decidiu, por unanimidade  propor à Assembleia Municipal a não aceitação (adiando) da transferência de competências para as autarquias locais. Considerando que os diplomas concretizadores […] encerram ainda assim uma natureza não completamente esclarecedora, desde logo quanto ao detalhe material das competências transferidas, assim como no que respeita às repercussões financeiras e à correspondente distribuição das cargas de investimento público envolvidas; […]…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | Entre coletes amarelos – os genuínos, que por acaso são verdes

ENTRE COLETES AMARELOS – os genuínos, que por acaso são verdes   Andar pelas ruas de Paris e conversar com os parisienses, sobre os parisienses, sobre os portugueses, sobre os europeus, sobre ninguém. Nunca há, claramente, um discurso comum, pois os povos não são comuns nem se vergam ao peso do discurso comum, mas têm coisas comuns nos seus universos mais ou menos sofisticados, lá isso têm. Conversei, todavia, com o incomum, posso asseverar. Pierre é professor de Filosofia e oferece-me um livro de Beatriz Sarlo, Sete Ensaios sobre Walter…

Ler mais

Ericeira | Fim de Ano 2018/2019 [vídeo]

Foi morno o Fim de Ano na Ericeira. O S. Pedro colaborou, nem chuva, nem vento, nem demasiado frio. Esteve bastante gente, como é habitual, mas longe das enchentes que por lá temos visto em anos anteriores. Animação musical por disk jockey no “Jogo da Bola” por um grupo musical ao vivo, nas “Ribas”. Sem incidentes de maior a registar, entrou-se bem em 2019. Para o ano há mais.     Siga-nos nas redes sociais

Ler mais

Crónica de Jorge C Ferreira | Fim de Ano

Fim de Ano Ano vai. Ano vem. Desejos morrem. Desejos nascem. A vida a correr. O plano inclinado. O fim da estrada e a estrada sem fim. Fecham-se portas. Abrem-se janelas. O caminho e os tropeções. As curvas apertadas. Quanto jogo de cintura. O mapa das dores. O riso e o saber rir. A gargalhada que nos alegra. Tentar aprender o caminho da alegria. Os pequenos projectos. O saber saborear cada dia. A festa do novo dia. Caminhar de novo. Ir com todos e com ninguém. Não ter medo de…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | Noite de Natal para lá da idolatria

  Em noite de Natal falo sobre religião com pessoas de muito diferentes convicções e mais uma vez me espanto com o domínio dos textos religiosos exibido por um dos ateus presentes. É aliás um hábito dos ateus participar com o maior dos entusiasmos na festa do Natal, sabendo tratar-se da evocação simbólica da data convencionada para o nascimento de Jesus. Celebram e sublinham que datas como esta, em que um dos mestres da Humanidade se celebra com vigor e universalidade, deviam ser repetidas e promovidas ao longo do ano,…

Ler mais

Crónica de Jorge C Ferreira | “NATAL”

“NATAL” As luzes. As árvores iluminadas. Uma roda gigante. Tudo tão terreno. Toda uma ilusão passageira. A correria. Bolas iluminadas, gente dentro delas. Os telemóveis em riste. As “selfies”, ficar no meio da luz. A incandescente maneira de estar. Cansaços. Sacos saquinhos e sacolas. Fitas, laços e laçarotes. Os embrulhos em papel especial. Nós no meio deste embrulho. Uma azáfama que cansa. Comprar e oferecer a inutilidade. O desvario de não saber parar para pensar. Há crianças a chorar com medo de um Pai Natal mal ataviado. Erros de “casting”.…

Ler mais

Crónica de Alexandre Honrado | O Digital Próximo da Religião (a época do Deus mercadoria)

O DIGITAL PRÓXIMO DA RELIGIÃO (a época do Deus mercadoria)   Discutíamos há poucos dias, em ambiente académico, a relação entre conectividade tecnológica e conexão cultural, estabelecendo-se então a dúvida: afinal a que estamos ligados? Sem entrar nos domínios da reflexão, sempre motivadora de acalorados argumentos, do que será, afinal, em especial nos nossos dias, uma estrutura de crença e, nessa, que lugar ocupa o religioso no homem contemporâneo, demos com um exemplo que se nos afigura motivador, estimulante e a um mesmo tempo ligado ao tema que nos é…

Ler mais

Mafra | Câmara faz ajustes diretos repetidos com empresa de membro da Comissão Política do PSD local

​Luís Pedro Silva Marques Mesquita foi até 30 de outubro deste ano – até há menos de 2 meses, portanto -, secretário da Comissão Política do PSD Mafra, comissão presidida por Hélder Sousa Silva, cargo que exerceu entre janeiro de 2014 e outubro de 2018 – embora na página do PSD nacional e no do próprio PSD Mafra, o seu nome ainda conste à data de hoje-, tendo abandonado as suas funções há cerca de 2 meses, por razões que se desconhecem. Anteriormente, desempenhou as funções de vice-presidente do Plenário…

Ler mais

Parque Urbano e Intermodal da Venda do Pinheiro abriu hoje [Imagens]

Sem o beneplácito de S. Pedro, foi com uma chuvinha muito pouco simpática, que o santo acolheu a cerimónia de inauguração deste equipamento urbano da Venda do Pinheiro. Trata-se de um parque urbano de boa dimensão, onde vimos já gente jovem com as suas bikes e com os seus skates, a estrear a pista que que ali foi construída para o efeito. Construída foi também uma biblioteca de boa dimensão – esperemos que tenha muitos e dedicados leitores -, um espaço de restauração, também de boa dimensão, aquilo que à…

Ler mais