EDITORIAL | Políticas de trazer por casa

A função de um líder político, seja ele azul, vermelho, rosa, laranja ou de qualquer outra matiz (porque a cor de um político pouco importa, como a História tem demonstrado à sagacidade) passa por colocar-se ao serviço da comunidade, de preferência durante um período de tempo limitado, tendo por objetivo melhorar a vida dos cidadãos sobre os quais exerce poder ou influência, fazendo isto com honestidade, sem espírito de seita, sem hooliganismo político e sem se aproveitar do cargo que exerce para beneficiar familiares, amigos ou correligionários. É uma perspetiva…

Ler mais

EDITORIAL | A difícil arte de sobreviver no concelho de Mafra

“Este município informou, em nota de imprensa, que o Edifício Municipal Boavista, localizado no Largo da Boavista, entrou na segunda-feira em funcionamento…” diz a Lusa. O município é o de Mafra, o mesmo que impediu a reportagem do Jornal de Mafra, barrando-nos a entrada no edifício que é objeto desta notícia. O recurso à Lusa (agência de notícias nacional), com recusa de acesso a um OCS do próprio concelho, tem um claro significado político e cultural, e esse passa claramente pela promoção nacional que serve politicamente o Presidente dos Autarcas…

Ler mais

EDITORIAL | A Liberdade de Imprensa não passa só pela inexistência de censura

Em Portugal, a liberdade de expressão do pensamento é respeitada, os seus limites são amplos e o estado, quer pelo seu braço político, quer pelo seu braço judicial, tem feito jus à defesa desta característica fundamental do estado democrático, característica que, no fundo, não a esgotando, está na base da liberdade de imprensa. Em 2019, o país ocupava um muito honroso 12º lugar no ranking anual publicado pela organização Repórteres Sem Fronteiras. “Ainda que os jornalistas portugueses sejam mal pagos e a insegurança esteja a aumentar, o ambiente reportado é…

Ler mais

EDITORIAL | Em tempos de pandemia, o que é feito das grandes empresas do concelho de Mafra?

Em tempos de pandemia, o que é feito das grandes empresas do concelho de Mafra?   Nestes tempos novos para todos nós, em que a incerteza e o medo se instalaram, tempos de solidões, de desemprego e de doença, nestes tempos em que a solidariedade é necessária, em que a consciência social das empresas e dos empresários encontra terreno fértil para se afirmar, o que é feito das grandes empresas sediadas no concelho de Mafra? Até a banca, empurrada pelo estado, é certo, baixou ou deixou de cobrar comissões, diferiu…

Ler mais

EDITORIAL | 2019 foi um bom ano para o concelho de Mafra mas…

O concelho de Mafra situa-se a poucos quilómetros da capital do país e nestes tempos do segundo milénio, em alguns aspetos faz lembrar a República Popular da China, ou seja, num concelho, duas realidades e dois sistemas. É certo que a entrada em cena do atual presidente da Câmara Municipal de Mafra veio mudar, de alguma forma, a face do concelho. Hélder Sousa Silva (HSS), com mais mundo e com mais energia do que Ministro dos Santos, soube aproveitar, enquanto pôde (ou puder) as sinergias entre o PSD Mafra e…

Ler mais

EDITORIAL | Vem aí o muito controverso papa João XXI (em estátua)

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup] O historiador Armando Norte olha para João XXI (o único papa português) como um “político astucioso e homem ambicioso”, duvidando mesmo, de que tenha sido sua a autoria de muitas obras que lhe são atribuídas. Desde logo, convém ter em conta que olhamos para o homem e para o papa, a mais de 700 anos de distância – viveu entre 1215 e 1277 – com tudo o que o tempo leva, em termos de fatos e com tudo que ele traz, em termos de lenda. João XXI…

Ler mais

EDITORIAL || 25 de Abril

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup] EDITORIAL || 25 de Abril   Cavaco foi o único ex-Presidente da Republica vivo (salvo seja), que esteve ausente da sessão solene comemorativa do 25 de abril promovida pela Assembleia da República. E este ano, para cumprir a tradição, em Mafra, não haverá comemorações oficiais do 25 de abril. É certo que estas comemorações são organizadas sobretudo pela esquerda e pelo centro-esquerda, forças políticas “residuais” no concelho de Mafra. Por outro lado, a atração da capital faz deslocar para Lisboa os poucos que restam, interessados em comemorar…

Ler mais

EDITORIAL | Os estranhos sortilégios da comunicação social do concelho de Mafra

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]   Os estranhos sortilégios da comunicação social do concelho de MafraConcorrência precisa-se   Nos últimos meses, os maus cheiros emanados a partir das instalações da Tratolixo na Abrunheira, Mafra, têm feito notícia no concelho. Este tema foi alvo de discussão em várias sessões da vereação da Câmara Municipal de Mafra, em vários artigos no Jornal de Mafra, incluindo respostas da Administração da Tratolixo a questões colocadas pelo JM, tendo-se assistido, mesmo, a “ameaça” (muito pouco credível, diga-se) de uma manifestação às portas da empresa que nos trata…

Ler mais

EDITORIAL | Abandono do glifosato por bondade (ou por medo)

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup] Abandono do glifosato por bondade (ou por medo)   A Câmara Municipal de Mafra assinou ontem, em conjunto com todas as Juntas de Freguesia do concelho, um manifesto que representa a adesão ao programa da Quercus (Associação Nacional de Conservação da Natureza) designado “Autarquias sem Glifosato/ Herbicidas”. Muitos, mas muito anos depois de este tema ser discutido em todas as legislaturas da Assembleia Municipal de Mafra, inicialmente por iniciativa do partido os Verdes (CDU), secundado depois pelo PS e mais recentemente pelo PAN, sendo quase sempre tema…

Ler mais

EDITORIAL | Centro Histórico de Mafra reabilitação urgente, precisa-se

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup] Concelho de Mafra no Dia Nacional dos Centros Históricos   O concelho de Mafra, na verdade, é constituído por duas históricas centralidades urbanas – Ericeira e Mafra. A Ericeira é (foi) fundamentalmente uma vila piscatória, tendo servido, em tempos, de refúgio a gente abastada (gente que voltou em força), que por lá fez história. A vila serviu também de ponto de fuga para o último rei de Portugal, sendo essa, talvez, a sua história com mais História. Em termos históricos pouco mais haverá para dizer da Ericeira,…

Ler mais