Mafra | Obras na rede elétrica provocam interrupções de fornecimento amanhã de manhã

Views: 1

A E-REDES – Distribuição de Eletricidade, S.A (ex-EDP Distribuição) vai proceder amanhã, 14 de fevereiro, a trabalhos de conservação e reparação de infraestruturas da rede, que irão interromper o fornecimento de energia elétrica em algumas localidades da União das Freguesias de Venda do Pinheiro e Santo Estevão das Galés e da União das Freguesias de Azueira e Sobral da Abelheira, no concelho de Mafra

Data: 14 de fevereiro

  • Horário: entre as 06h00 e as 12h00
    Localidades: Milharado (Lugar Asseiceira Pequena); Encarnação (Casais Rabujeira, R. Casal Fonte, R. Campo da Bola); Venda do Pinheiro (Alto Urzeira, Asseiceira Pequena, Estrada Asseiceira, Estrada Asseiceira Pequena, R. António Bizarro, R. Capela, R. Carreira, R. Bairro Novo, R. Planalto, R. Prés, R. Dona Maria Guilhermina Silva, R. Capitães, R. Joaquim Duarte, R. José Carvalho, R. José Sousa Teodoro, R. Manuel Duarte, R. Manuel Valentim Duarte, Urb. Dinis Duarte Capitão, Urzeira, Asseiceira Pequena e imediações).
    :……………
  • Horário: entre as 06h00 e as 11h00
    Localidades: Azueira (Lrg. Fogueiras, Lrg. Brunete, Lrg. Sol, Prct. Sol, R. Bela Vista, R. Casa Queimada, R. Cascalheira, R. Oliveiras, R. Eucalipto, R. Moinho, R. Ladeira da Quinta e imediações).

“Todos os trabalhos obedecem a um rigoroso planeamento e uma gestão criteriosa de agendamento, com o objetivo de causar o mínimo incómodo. São realizados no menor espaço de tempo, frequentemente com recurso a geradores cujas ligações e desligações geram interrupções de curta duração – três ou quatro minutos – que podem repetir-se pelo período horário referido” pode ler-se na informação enviada às redações.

No concelho de Mafra são demasiado frequentes estas interrupções ditas programadas, sendo também demasiado frequentes aquelas situações não programadas, que por vezes se prolongam por longos minutos afetando, por exemplo, áreas restritas da vila de Mafra. É certo que estas interrupções de fornecimento foram, no passado, muito mais frequentes e muito mais longas.

Partilhe o Artigo

Leia também