Bombeiros Voluntários da Malveira alertam para os primeiros sinais de Lagarta do Pinheiro

lp

Bombeiros Voluntários da Malveira alertam para os primeiros sinais de Lagarta do Pinheiro

 

Os Bombeiros Voluntários da Malveira (BVM) informaram nas suas redes sociais que “começam a aparecer os primeiros sinais de Lagarta do Pinheiro na nossa área de atuação própria (AAP)”.

A lagarta do pinheiro (“processionária”) é um inseto desfolhador dos pinheiros e cedros em Portugal.

Na fase em que as lagartas se deslocam dos ninhos – localizados na copa das árvores – para se enterrarem no solo, existe risco de alergias para pessoas e animais se tiverem contacto com os seus pelos urticantes.

Normalmente, é a partir de dezembro que aparecem os Ninhos de seda nos ramos dos pinheiros. Entre janeiro a maio, surgem as filas de lagartas a descer pelos troncos dos pinheiros e, na primavera, os pelos urticantes das lagartas são libertados. São esses pelos que em contacto com a pele, mucosas e olhos, provocam alergias em pessoas e animais.

Nos últimos anos, tem-se verificado um aumento desta praga e uma alteração do calendário, sobretudo devido às condições climáticas.

O contacto, direto ou por inalação, com os pelos da lagarta pode provocar uma reação alérgica cuja gravidade depende da intensidade da exposição e da sensibilidade individual. Em qualquer um destes casos, saiba o que fazer de imediato.

Em caso de contacto com a lagarta do pinheiro, deve:

  • Retirar o vestuário e tomar banho
  • Se os olhos tiverem sido atingidos, lavar com água corrente durante cerca de 10 minutos
  • Remover os pelos urticantes que possam ter ficado aderentes à pele (por exemplo, com um adesivo)
  • Aplicar um creme hidratante
  • Se os efeitos/reação alérgica forem intensos, deve procurar a ajuda de um médico
  • Contacte o CIAV – Centro de Informação Antivenenos: 800 250 250

Os animais são igualmente sensíveis ao contacto com as lagartas sendo aconselhado procedimentos idênticos. Será conveniente uma observação por um veterinário particularmente no caso de cães e gatos.

Os BVM deixam o alerta, se identificar árvores infetadas com ninhos:

  • Afaste-se do local
  • Não toque, nem se aproxime, de ninhos ou lagartas
  • Impeça a permanência de crianças ou animais de companhia no local
  • Não tente retirar ninhos ou lagartas, nem tente manusear ninhos ativos ou inativos
  • Ensine as crianças a não tocar, nem se aproximar de ninhos ou lagartas
  • Informe a Proteção Civil da Câmara Municipal de Mafra ou o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

No caso de ter tido contacto com os pelos da lagarta e tiver sintomas de prurido na pele, prurido ocular, espirros, dificuldades respiratórias, náuseas, vómitos, sensação de desmaio ou outras manifestações associadas, ligue para a Linha SNS 24 (808 24 24 24) ou, em caso de emergência, o 112. Pode em alternativa contactar o Centro de Informação Antivenenos: 800 250 250.

 

Leia também

One Thought to “Bombeiros Voluntários da Malveira alertam para os primeiros sinais de Lagarta do Pinheiro”

  1. Uma realidade que não é muito abordada.
    Vê-se muito estes ninhos nos pinheiros, as pessoas e animais podem ser severamente atingidos a até correr perigo de vida…

Comments are closed.