Covid-19 | Doentes assintomáticos são “um risco acrescido”

PUB

Graça Freitas afirmou hoje que, segundo um estudo inglês, Portugal é o pais que mais deteta casos assintomáticos.

Portugal tem estado a realizar muitos testes e rastreios que se destinam a encontrar pessoas assintomática. “Estamos a investigar fortemente os surtos, quando detetamos um caso positivo, vamos à procura de mais casos”.

Os doentes assintomáticos, por se desconhecer que tem a doença, “constituem um risco acrescido” uma vez que “nem elas próprias tomam medidas em relação aos outros, nem os outros em relação a elas”.
Desconhece-se o “grau com que as assintomáticas propagam a doença”, mas o risco de transmissão é igual em Portugal ou noutro pais qualquer.

A diretora-geral da saúde refere ainda que “temos de estar muito atentos a esta probabilidade de transmissão” uma vez que apenas se sabe “é que os casos se transmitem mais facilmente em ambientes fechados, pouco arejados, com determinada taxa de humidade e que não recebem luz natural. Quanto mais confinado o espaço, maior a probabilidade de sintomáticos ou assintomáticos transmitirem a doença”.


O Jornal de Mafra e a DGS Aconselham


Mantenha-se protegido
Cuide de si, cuide de todos!


Leia também