Pequenas lojas, cabeleireiros, livrarias e stands de automóveis deverão reabrir na próxima 2ª-feira

A reabertura do comércio estará dependente da evolução da pandemia e ocorrerá de forma gradual e por fases.

Na reunião de hoje entre o Governo e os parceiros sociais, segundo avança o Observador, o executivo terá anunciado que a partir de segunda-feira, 4 de maio, irão reabrir as lojas até 200 metros quadrados, reabrindo ainda cabeleireiros, stands automóveis e livrarias, independentemente da sua dimensão.

Numa 2ª fase, que terá início no dia 18 de maio, reabrem as lojas até 400 metros quadrados e a partir de junho reabrem as restantes.

Este regresso à atividade económica ocorrerá “sempre com restrições em lotação e em matéria proteção de equipamento individual, seja para quem está a atender, seja em alguns casos para os clientes” terá referido o primeiro Ministro.

António Costa terá referido ainda, que esta reabertura faseada permitirá ao governo “medir em cada 15 dias os impactos da medida anterior, vendo se é possível ou não dar mais um passo“, no que diz respeito ao levantamento de restrições.

Amanhã, 30 de abril, após o Conselho de Ministros, o Governo irá anunciar as novas medidas a serem tomadas após o fim do estado de emergência, sendo que o recurso à declaração de calamidade pública por causa da pandemia de covid-19, se mantém uma possibilidade.

   

Leia também