Covid – 19 | 7 detidos em Portugal por desobediência ao estado de emergência

PUB

No 1º dia de estado de emergência (entrou hoje em vigor às 00:00), as autoridades tiveram de “intervir pontualmente” em situações nas quais foram detetados aglomerados populacionais, situação que aconteceu em vários locais do nosso pais.

O Ministro da administração interna, Eduardo Cabrita, anunciou na 1ª reunião da estrutura que monitoriza aplicação do Estado de Emergência, que se verificaram durante o dia de hoje “sete detenções por constatação de factos que constituem crime de desobediência”.

6 dos casos “deveram-se a situações de incumprimento das indicações das forças de segurança relativamente a comportamentos ou relativamente a situações de circulação ou de prática de ajuntamentos não admissíveis”.

O caso mais grave ocorreu no Porto, com um doente infetado com Covid-19, a circular na via pública, “foi um caso particularmente grave de violação do dever de confinamento. O dever de confinamento protege antes de mais o cidadão que está afetado pela doença, mas visa também proteger toda a sociedade, todos aqueles que com ele entram em contacto”.

 

A estrutura que monitoriza aplicação do Estado de Emergência volta a reunir-se na próxima 3ª-feira.

 

Leia também