Assinala-se hoje o Dia Nacional da Água

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

Assinala-se hoje o Dia Nacional da Água

 

A 1 de Outubro assinala-se o primeiro dia do ano hidrológico(1) e em Portugal celebra-se neste também o Dia Nacional da Água.

O Dia Nacional da Água foi criado para “promover a reflexão sobre a importância da água é, pois, o momento ideal para incentivar a consciencialização das pessoas para a utilização eficiente deste recurso escasso e essencial à vida”.

No relatório Vulnerabilidade de Portugal publicado hoje pela ANP/WWF – Portugal pode ler-se que:

A escassez não é haver pouco, é usarmos mais do que há” recomendando por isso aos cidadãos:

• Reduzir os consumos domésticos em permanência (equipamentos mais eficientes, utilizações mais curtas da torneira, menor desperdício);
• Optar por consumos de reduzida pegada hídrica (na alimentação, no vestuário, no lazer, etc.), em função da origem e da época do ano;
• Participar civicamente de forma ativa, denunciando irregularidades na gestão local da água e pressionando as autoridades para a adoção duma gestão preventiva da seca, e para o cumprimento dos princípios e objetivos da Diretiva-Quadro da Água.

Acerca da redução dos volumes de água, a ANP/WWF – Portugal refere que:

“Mais grave que a redução da água disponível tem sido o aumento significativo dos consumos em Portugal ao longo das últimas décadas, do qual resultam crescentes situações estruturais de escassez, em particular no Sul do País.

(…) face ao risco crescente de seca e de escassez em Portugal, à semelhança de toda a região Mediterrânica, recomenda que seja adotada uma gestão preventiva das secas, em detrimento da atual gestão reativa baseada em medidas urgentes e isenções excecionais. Aquela deve assentar num reforço da monitorização e gestão do risco, na adaptação da procura aos recursos efetivamente disponíveis, na utilização de origens alternativas e complementares, e numa nova cultura de poupança e uso eficiente da água.”

 

(1) O ano hidrológico é um período de 12 meses compreendido entre o início de duas estações de chuva consecutivas, que varia consoante o hemisfério. No hemisfério norte, ele começa em setembro ou outubro.
Em Portugal o ano hidrológico começa a 1 de outubro (por ser a época em que as reservas hídricas atingem o seu mínimo e quando começa o período chuvoso do ano) e termina a 30 de setembro.

Artigos Relacionados