Mafra é o 4.º concelho com rendas mais elevadas e Torres Vedras o 3.º com rendas mais baixas do distrito de Lisboa

casas

Mafra é o 4.º concelho com rendas mais elevadas e Torres Vedras o 3.º com rendas mais baixas do distrito de Lisboa

 

Foi divulgado o barómetro do portal Imovirtual relativo à evolução dos preços médios anunciados de arrendamento e venda de casas no distrito de Lisboa. Os dados referem-se ao comparativo de janeiro deste ano com o mês passado (dezembro de 2023).

No Distrito de Lisboa, as rendas situam-se acima dos mil euros (em média 1.800 €) por mês, em todos os concelhos, sendo os concelhos da Lourinhã, Alenquer e Torres Vedras os que têm as rendas mais baixas.

arrenda

Rendas habitacionais

Mafra, continua a ser o 4.º concelho (ver artigo do Jornal de Mafra) com rendas mais elevadas (1.500 €), apenas Cascais (3.050 €), Lisboa (1.850 €) e Oeiras (1.650 €) tem rendas mais elevadas.

Torres Vedras (1.050 €) é o 3.º concelho com rendas mais baixas do distrito de Lisboa, atrás de si só Lourinhã (750 €) e Alenquer (800 €).

Segundo o portal, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Cadaval e Sobral de Monte Agraço são concelhos com pouca relevância estatística, devido à quantidade de imóveis nesta categoria para o mês analisado.

Os concelhos que registaram um maior aumento da renda média, em janeiro, foram Amadora (9%), Loures (8%) e Oeiras (8%), por outro lado, Torres Vedras (-11€) e Lourinhã (-2%) foram os únicos concelhos que registaram uma descida dos preços médios na renda das casas.

Compra de casa

Já no que toca à compra de casa, no distrito de Lisboa, comprar casa custa, em média, 259 900€.

Mafra (425.000 €) fica novamente na 4.ª posição entre os concelhos mais caros para comprar casa, ficando apenas atrás dos concelhos de Cascais (577.000 €), Oeiras (500.000 €) e Lisboa (480.000 €).

Em janeiro, os concelhos onde ficou mais barato comprar casa foram Azambuja (181.000 €), Alenquer (196.500 €), Sobral de Monte Agraço (217.500 €) e Sintra (220.000 €).

Os concelhos que registaram um maior aumento no preço médio das casas foram Sobral de Monte Agraço (217.000 €), Lourinhã (340.000 €) e Cascais (577.000 €).

Já os concelhos que registaram uma pequena descida no preço médio de venda foram Odivelas (-3%), Alenquer (-1%) e Arruda dos Vinhos.

venda

Leia também

Deixe um comentário