Lisboa | Avenida da Liberdade com poluição acima dos limites legais

lisboa

Lisboa | Avenida da Liberdade com poluição acima dos limites legais

 

Esta semana, a associação ZERO veio alertar para o facto da poluição na Avenida da Liberdade, em Lisboa, ter piorado em 2023, afirmando que nesta zona da cidade, a qualidade do ar em 2023 “piorou em comparação com o ano anterior”.

A afirmação surge da análise dos dados provisórios, relativos ao ano de 2023, das “concentrações de dióxido de azoto (NO2) e de partículas inaláveis (PM10) — poluentes que provocam danos para a saúde, como asma e infeções respiratórias, doenças cardíacas, coronárias, acidentes vasculares cerebrais, diabetes e cancro no pulmão — de algumas das estações geridas pelas Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR)”.

Referindo ainda que “a medíocre qualidade do ar em Lisboa” não é novidade, uma vez que a qualidade do ar na capital está recorrentemente “muito acima” da lei.

A ZERO exige “medidas e planos para melhorar a qualidade do ar nos próximos anos” e afirma que após validação dos dados irá voltar a denunciar à União Europeia o incumprimento da estação Avenida da Liberdade (situação recorrente e contínuo desde 2010 – exceto em 2020 e 2021 devido à pandemia).

Segundo aquela associação, o programa de execução do Plano de Melhoria da Qualidade do Ar para a região de Lisboa e Vale do Tejo encontra-se “com cinco anos de atraso”.

 

Leia também