Centro Hospitalar do Oeste com 46 novos médicos para Internato em Torres Vedras e Caldas da Rainha

 

As Unidades de Caldas da Rainha e de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) receberam na passada 2.ª feira 46 médicos internos – 34 da Formação Geral e 12 da Formação Especializada – que escolheram estes hospitais para o Internato Médico(1) que lhes permitirá completarem o processo de formação médica.

As cerimónias de acolhimento dos 46 médicos internos ocorreu de manhã na Unidade de Caldas da Rainha para os internos da Formação Geral  e da parte da tarde para os médicos de Formação Especializada –  5 de Medicina Interna, 2 de Pediatria, 1 de Ginecologia/Obstetrícia, 2 de Cirurgia Geral, 1 de Ortopedia e 1 de Pneumologia. Ambas as sessões contaram com a presença da Presidente do Conselho de Administração do CHOeste, Dra. Elsa Baião que desejou as maiores felicidades pessoais e profissionais aos novos médicos nesta nova etapa formativa, e expressou que conta com o contributo de todos no crescimento e modernização da Instituição, assim como na valorização da vertente humana nos cuidados prestados aos doentes

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e de Mafra (com exceção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estêvão das Galés e Venda do Pinheiro), abrangendo 292.5346 habitantes.

 

(1) O Internato Médico realiza-se após a licenciatura/mestrado integrado em Medicina e corresponde a um processo de formação médica especializada, teórica e prática, que tem como objetivo habilitar o médico ao exercício tecnicamente diferenciado na respetiva área de especialização. No primeiro ano, designado por Formação Geral, os médicos passam durante nove meses pelos Serviços hospitalares de Medicina Interna, Pediatria e Cirurgia Geral. Os restantes três meses são dedicados à especialidade de Medicina Geral e Familiar e à Saúde Pública, nos Centros de Saúde do ACES Oeste Norte e ACES Oeste Sul. No que respeita à Formação Especializada, pode ter a duração de 4 a 6 anos, dependo da área de especialidade.

[Imagens: CHO]

Leia também

Comentário