Torres Vedras | Foi assinado o memorando para a criação do Torres Vedras Living Lab Green Hydrogen

 

Foi assinado na passada semana, no Parque Regional de Exposições, no âmbito da Feira de S. Pedro, um memorando de entendimento para a criação do Torres Vedras Living Lab Green Hydrogen.

Este memorando visa a constituição de uma plataforma para a promoção da utilização do hidrogénio verde no Concelho, a qual envolve um vasto conjunto de entidades, entre elas a Câmara Municipal de Torres Vedras.

“Os subscritores deste documento comprometem-se em colaborar cada um dentro das suas diversas áreas de intervenção, sejam elas de investigação e desenvolvimento, indústrias, prestações de serviços nas mais diversas áreas, produtores de energia, transportadores, financiadores, entre outros”, sendo que “a colaboração referida deverá materializar-se através da partilha de ações e informações entre todos independentemente dos objetivos particulares de cada um, encarregando-se o Município em fazer o papel de ligação entre os subscritores do presente memorando, e de divulgação de possíveis fontes de financiamento sejam elas privadas ou públicas, sempre que tal lhe seja proposto e ou solicitado”, pode ler-se no documento.

O memorando refere ainda que “o hidrogénio verde assume um papel central, enquanto opção eficiente para promover, aprofundar e facilitar a transição energética e, em simultâneo, como oportunidade de desenvolvimento económico, industrial, científico e tecnológico no quadro europeu. Portugal apresenta fortes argumentos para permanecer na vanguarda da transição energética e construir uma estratégia rumo a uma economia neutra em carbono, baseada em fontes de energia renovável, com foco na eficiência energética e nos benefícios para o consumidor de energia”.

O prazo de validade do pacto agora assinado é de cinco anos, podendo esse prazo ser prorrogado.

[Imagem: CMTV]

 

   

Leia também