Mais um passo dado para a criação do Aspiring Geoparque Oeste

PUB

 

No final do mês de maio, os presidentes das câmaras municipais envolvidas, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Peniche e Torres Vedras, deram mais um passo para a criação de um geoparque na região.

O passo consistiu na assinatura do memorando de entendimento que estabelece os termos de cooperação para a dinamização do aspirante Geoparque do Oeste, a sua estrutura de gestão e a sua candidatura a Geoparque Mundial da UNESCO.

A candidatura do Aspiring Geoparque Oeste a Geoparque Mundial da UNESCO tem como principal base geológica o período Jurássico, tendo já sido descobertos fósseis e afloramentos que dão corpo a mais de 70 geossítios.

Os geoparques mundiais da UNESCO são áreas com património geológico de relevância internacional, cuja conservação é essencial para garantir o progresso das geociências e o conhecimento sobre a origem e evolução da biodiversidade. A atribuição desta designação estimula a criação de iniciativas inovadoras a nível local, de novos postos de trabalho e de cursos de formação de alta qualidade, enquanto novas fontes de receita são geradas através do geoturismo e, cereja no topo do bolo, os recursos geológicos são protegidos.

 

Leia também

Comentário