AUTARQUICAS 2021 | Mafra – Iniciativa Liberal apresentou a sua candidatura à câmara e à assembleia municipal

Com a presença do seu deputado à Assembleia da República, João Cotrim de Figueiredo, a Iniciativa Liberal (IL) apresentou ontem no centro da vila de Mafra, a sua candidata à Presidência da câmara de Mafra e o seu candidato à Presidência da Assembleia Municipal.

Como candidato à Presidência da Assembleia Municipal de Mafra, a IL apresenta o Coronel de cavalaria na reserva, Carlos Nuno Gomes e Simões de Melo, de 56 anos, nascido em Moçambique, um militar de carreira, assessor do Instituto da Defesa Nacional, último comandante da Escola de Equitação e Educação Física na EPI, em Mafra e ex-oficial de ligação na NATO, tendo residido na Malveira e na Ericeira entre 2000 e 2005.

Nuno Simões de Melo, que se define a si mesmo como “Português, patriota, monárquico, liberal e Sportinguista!!!“, afirmou hoje que aceitou esta candidatura pela IL “com amor e dedicação ao serviço público“, por ser tempo de quebrar “o ciclo de pobreza a que parecemos estar condenados”. Destacou que uma vez eleito, não se demitirá das suas competências de fiscalização da atividade do executivo camarário, para garantir a transparência e o escrutínio da sua ação, pois, “Mafra exige-o. Num município acomodado a uma maioria absoluta, é hora de acompanhar, contraditar e escrutinar. É hora de Mafra aspirar a mais liberdade e a mais felicidade“.

O Iniciativa Liberal apresenta Eunice Quintas, tem 49 anos, é natural de Mafra, onde residiu até aos 22 anos e onde tem família próxima, é casada e tem um filho. Licenciada em gestão pelo Instituto Superior de Gestão, com uma pós-graduação em imagem e comunicação pelo IADE, trabalhou na banca e na televisão, sendo atualmente gestora de retail marketing na Vodafone.

A candidata à Presidência da câmara de Mafra afirmou ter encontrado na IL o partido político que defende a sociedade que sempre idealizou, tendo decidido candidatar-se por ambicionar “uma Mafra diferente”. “Serei a voz das ideias liberais, serei sempre a voz que aporta valor, desafia a alcançar mais e melhor, e a voz de todos quantos acreditarem que o liberalismo pode ser a voz dessa mudança“, afirmou, enfatizando a natureza comum das pessoas que constituem a IL, pessoas que se levantaram do sofá, saíram da sua zona de conforto e se juntaram no intuito de “contribuir para um país mais liberal, mais próspero, onde cada um possa realizar o seu próprio projeto de vida“.

Habituada a liderar equipas, com objetivos ambiciosos e a trabalhar com seriedade, rigor e profissionalismo, nas palavras da candidata, caraterísticas que pretende imprimir à sua candidatura e ação política que desenvolverá na câmara de Mafra depois de eleita, como acredita que será. Afirma-se “orgulhosamente saloia” e ter sempre Mafra no coração, acreditando que o concelho pode ser muito melhor, até porque “as maiorias, quando se eternizam no poder tornam-se perigosas e perniciosas“, afirmou, propondo-se ouvir as ideias das pessoas, lutar por mais transparência e menos burocracia, menor carga fiscal, mais e melhor justiça. “A visão que eu tenho é de uma câmara que vai tirar menos dinheiro dos vossos bolsos, que vos vai dar melhores serviços geridos de uma forma mais eficiente” afirmou Eunice Quintas, defendendo depois a necessidade de dar médico de família a todos os mafrenses e de criar condições para que os privados possam investir na construção de um hospital no concelho, marcando assim a saúde, como a principal prioridade da Iniciativa Liberal no concelho de Mafra.

A apresentação desta candidatura concluir-se com a intervenção de João Cotrim de Figueiredo, o único deputado da IL na Assembleia da República. Cotrim de Figueiredo referindo-se à “bazuca” de fundos europeus que aí vêm, fazendo um paralelo com os investimentos sumptuosos de D. João V, que de um modo velado comparou a António Costa, afirmou ser necessário assegurar que o investimento que aí vem, beneficie os privados e as pessoas, em vez de beneficiar o estado com “esse novo ouro do Brasil”. O deputado da IL manifestou-se preocupado pela eventualidade dos fundos europeus poderem vir a ser utilizados em projetos públicos megalómanos sem retorno e sem benefício para as pessoas. “Mafra tem condições para ser, simultaneamente, um concelho que atrai aqueles que preferem a natureza e uma vida mais liberta e aqueles que procuram um envelhecimento ativo [dando a todos] a capacidade de serem aqui, aquilo que quiserem […] Mafra tem de ser um bom concelho para viver, e estou certo que a Eunice e o Nuno farão isso, e sendo eleitos vão tornar Mafra num concelho melhor para viver“.

 

   

Leia também

One Thought to “AUTARQUICAS 2021 | Mafra – Iniciativa Liberal apresentou a sua candidatura à câmara e à assembleia municipal”

  1. Norberto Rodrigues

    Pergunto: É lapso ou falta de uma virgula:
    “Carlos Nuno Gomes e Simões de Melo, de 56 anos,…último Comandante da Escola Equitação e Educação Fisica na EPI” (Escola Prática de Infantaria)???

Comments are closed.