Torres Vedras | Foi inaugurado o Centro Municipal Florestal de Torres Vedras

Inaugurou na 6ª feira o Centro Municipal Florestal de Torres Vedras. Este Centro irá concentrar vários serviços e meios associados ao setor florestal.

A ocasião contou com a presença do secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Catarino, do presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes, e do presidente da Junta de Freguesia de União das Freguesias de Maxial e Monte Redondo, Celso Carvalho.

O concelho de Torres Vedras possui cerca de 10 mil hectares de floresta, dos quais 8.751 hectares de eucalipto e cerca de 2.021 hectares com outras espécies, nomeadamente pinheiro-manso e bravo, sobreiros e carvalhos.

Cerca de 6.500 hectares localizam-se na União das Freguesias de Maxial e Monte Redondo, na Freguesia do Ramalhal e na União das Freguesias de Campelos e Outeiro da Cabeça e representam a maior mancha florestal do distrito de Lisboa.

No seu discurso Carlos Bernardes, presidente da Câmara de Torres Vedras, sublinhou “a importância do ativo florestal do ponto de vista económico”, tendo realçado ainda “o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido para que Torres Vedras possa contribuir para o desenvolvimento sustentável ao nível das florestas”.

O Centro Municipal Florestal de Torres Vedras vai funcionar no antigo edifício da empresa Macieira, no Maxial, um edifício que já era propriedade do Município e que foi alvo de uma intervenção.

Neste espaço vai funcionar:

  • O Gabinete Técnico Florestal, onde a equipa passará a desenvolver o seu trabalho “em maior proximidade com o território rural e com atendimento diário à comunidade”
  • Os 6 Sapadores Florestais de Torres Vedras vão dispor “de um espaço próprio, assim como de outros equipamentos associados à gestão florestal”
  • A AFLOESTE – Associação Interprofissional da Floresta do Oeste passa a ficar aqui sediada.

 

[Imagens: CMTV]

   

Leia também