Prazo para limpeza das florestas foi novamente prorrogado até 31 de maio

O Governo volta a prorrogar o prazo para que os proprietários procedam à limpeza dos seus terrenos.

Os proprietários têm até ao dia 31 de maio para fazer a limpeza dos seus terrenos, no âmbito das medidas de prevenção de incêndios rurais previstas legalmente” pode lêr-se no comunicado enviado esta tarde às redações.

Findo esse prazo (31 de maio), cabe aos municípios garantir, até 30 de junho, a realização de todos os trabalhos de gestão de combustível “devendo substituir-se aos proprietários e outros produtores florestais em incumprimento”.

No âmbito da Operação Floresta Segura 2020, a Guarda Nacional Republicana (GNR) identificou “23 968 situações que carecem de intervenção até ao final do prazo” nas 1 114 freguesias prioritárias e em mais 670 freguesias não prioritárias.

A GNR, ao longo da Operação Floresta Segura 2020, registou “oito detidos e 44 identificados pela prática de incêndio florestal, tendo ainda sido elaborados 290 autos de contra-ordenação por infração das regras de queimas e queimadas”.

No dia 28 de abril, a Comissão Nacional de Proteção Civil aprovou o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais para 2020, que no nível de maior empenhamento contará com 11 825 elementos e com 60 meios aéreos .

   

Leia também