Deslocações entre concelhos proibidas durante o próximo fim de semana (1, 2 e 3 de maio)

Apesar do Estado de Emergência terminar à meia noite de sábado, 2 de maio, este fim-de-semana prolongado, devido ao feriado do 1º de Maio, tem medidas restritivas no que diz respeito à circulação entre concelhos.

O Governo irá decretar para o próximo fim-de-semana [1,2 e 3 de Maio] a mesma norma que decretou para o período da Páscoa, com proibição de deslocações entre concelhos, anunciou na semana passada o primeiro-ministro, António Costa.

A partir de amanhã e até ao próximo domingo voltam a estar proibidas as deslocações para fora dos concelhos de residência, de modo a limitar a circulação de pessoas. Tal como na Páscoa, as deslocações serão apenas permitidas para quem for trabalhar e nesses casos “quem tiver de trabalhar fora do seu concelho de residência tem de ter em sua posse um documento do trabalho a atestar isso mesmo”.

Nos dias 1, 2 e 3 de maio serão aindaproibidos ajuntamentos de mais de cinco pessoas, salvo se houver laços familiares (famílias numerosas) e nas deslocações de veículos com cinco lugares, com exceção ao transporte de famílias, só são permitidas duas pessoas”.

No Conselho de Ministros de hoje serão decididas as normas de desconfinamento que entrarão em vigor a partir da próxima 2ª feira, 4 de maio.

Sabendo-se á que a retoma da economia vai ser feita em 3 fases: a primeira a 4 de maio, a segunda a 18 de maio e a terceira a partir de 1 de junho, fazendo-se uma avaliação de como tudo está a correr, todos os 15 dias.

   

Leia também