Mafra | PJ detém homem por burla de dezenas de milhar de euros

Decorria, desde fevereiro de 2018, uma investigação a cargo da Polícia Judiciária, tendo por base a “utilização abusiva de dados de cartões bancários com posterior utilização fraudulenta para aquisição de bens e serviços”.

A PJ refere que “foram utilizados e identificados vários dados de cartões bancários de instituições bancárias estrangeiras, bem como o uso de identidades falsas, as quais eram utilizadas para efetuar o registo em plataformas de “jogo online”.”

No seguimento de mandados de detenção emitidos pelo DIAP, a PJ procedeu à localização e detenção de “três pessoas (um homem com 38 anos de idade e duas mulheres com 41 e 57 anos de idade)” por estes serem os “presumíveis autores de vários crimes de burla informática, acesso ilegítimo e branqueamento de capitais”.

Segundo o matutino CM, as detenções, do homem, já cadastrado e procurado pelas autoridades para cumprir pena de prisão por burlas, assim como da sua mulher e da sua mãe, terão ocorrido no concelho de Mafra.

A PJ refere que no decorrer da investigação criminal, “foi possível determinar os locais da prática dos factos, identificar os titulares das contas bancárias utilizadas para receber os valores ilicitamente obtidos e proceder à detenção de todos os intervenientes do grupo criminoso”.

Os 3 detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial tendo o homem sido conduzido à prisão de Caxias.

Leia também