Direito de Resposta – Ericeira/Época Balnear-Polémica entre Predominante Azul (bombeiros Voluntários da Ericeira) e Câmara de Mafra

Direito de resposta – Ericeira/Época Balnear-Polémica entre Predominante Azul (bombeiros Voluntários da Ericeira) e Câmara de Mafra

 

A Predominante Azul – Associação de Nadadores Salvadores da Ericeira, parte integrante da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Vila da Ericeira, é composta por órgãos sociais, sendo que estes e só estes a representam e não contactaram o jornal como noticiado.

Não existe qualquer litígio com o Município de Mafra, sendo que este tem sempre apoiado a Predominante Azul bem como os bombeiros da Ericeira, tendo sido, ao longo dos anos, um parceiro indispensável.

O Município contratava um nadador salvador para a carrinha do ISN ( Amarok), sendo que em 2018, a Amarok esteve inoperacional até 8 julho e a Predominante Azul colocou uma viatura, e, posteriormente, já com Amarok, manteve até ao final da época balnear.

Este ano, 2019, o Município de Mafra não contratou o nadador salvador dado que o Capitão do Porto de Cascais assegura 2 elementos na carrinha do ISN, não sendo assim necessário a contratação de nadador salvador para esse meio de socorro.

Ricardo Mestrinho
Presidente de Direcção
AHBVVE / Predominante Azul

 

Breve anotação do Diretor do Jornal de Mafra (ao abrigo do artº 26º, nº 6 da Lei nº 2/99, de 13 de janeiro) (Lei de Imprensa)

O Jornal de Mafra não afirmou ter sido contatado por representante dos órgãos sociais de nenhuma das duas associações. O Jornal de Mafra não afirmou existir qualquer litígio entre qualquer das associações citadas no artigo e a câmara municipal de Mafra, fala-se sim em polémica, o que é coisa diversa.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados

One Thought to “Direito de Resposta – Ericeira/Época Balnear-Polémica entre Predominante Azul (bombeiros Voluntários da Ericeira) e Câmara de Mafra”

  1. A Salada Russa

    É pena que a Direcção da AHBVVE, não ache que é necessário a vigilância a costa do Município de Mafra por parte dessa Associação pelo tempo que for necessário (6 meses), como tem sido ao longo dos séculos no mar e em terra

Comments are closed.