Mafra | Risco de incêndio rural elevado para os próximos dias

Dadas as previsões meteorológicas disponibilizadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) espera-se, a partir de hoje, uma subida da temperatura máxima e baixos valores da humidade relativa do ar.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) alerta que este “cenário meteorológico irá traduzir-se num aumento do índice de risco de incêndio” a partir do dia de hoje, em especial na região Sul, e na região do vale do Tejo.

Não sendo permitido (a):

  • Não pode fazer queimadas extensivas;
  • Não pode fazer queimas de amontoados de sobrantes agrícolas ou florestais;
  • O uso de fogareiros e grelhadores é proibido em todo o espaço rural e florestal;
  • É proibido fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais;
  • É proibido o lançamento de balões de mecha acesa e de foguetes;
  • O uso de fogo-de-artifício não é autorizado;
  • É proibido fumigar ou desinfestar em apiários, exceto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas.”

A ANEPC alerta ainda que “em virtude da declaração da situação de alerta hoje emitida, é ainda proibido em todo o território continental a realização de queimadas extensivas e de queimas de sobrantes de exploração” e “recomenda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente através da adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, na utilização do fogo em espaços rurais, observando as restrições em vigor e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível junto dos sítios da internet da ANEPC e do IPMA, junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros”.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados