Mafra | 31 de janeiro – Assinatura do protocolo de instalação em Mafra do Museu Nacional da Música

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

Depois de, ainda em 2018, ter sido adiada depois de ter sido anunciada pela Câmara Municipal de Mafra, através da distribuição de convites publicados em só alguns órgãos de comunicação social do concelho de Mafra, a assinatura do protocolo de transferência do Museu Nacional da Música para Mafra, já tem nova data marcada, esta sim, confirmada oficialmente.

Graça Fonseca, Ministra da Cultura, revelou ontem que o protocolo será assinado ainda este mês, no dia 31 de janeiro.

Com a disponibilização de uma verba de 1 milhão de euros (um terço) para um custo total de 3 milhões, a Câmara de Mafra afastou toda a concorrência e “convenceu” o anterior Ministro da Cultura, Luís Castro Mendes, embora com a oposição técnica de alguns elementos do seu ministério, a instalar em Mafra o Museu Nacional da Música.

Independentemente das vicissitudes – técnicas, orçamentais e políticas – que este processo sofreu, esta é uma clara vitória política do atual presidente da câmara de Mafra, Hélder Silva (PSD). Embora tenha tido em Lisboa, na presidência do governo da nação, o seu principal mentor político, Pedro Passos Coelho, é durante o consulado de António Costa que o presidente da câmara de Mafra consegue apoio governamental para a recuperação dos carrilhões e para a instalação no concelho deste museu importante nacional.

Estes dois sucessos, marcarão seguramente, pela positiva, a passagem de Hélder Silva pela presidência da Câmara Municipal de Mafra.

Artigos Relacionados