25 novembro | Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres

Assinala-se hoje o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres. O objetivo deste dia é alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, nomeadamente casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos.

“O fenómeno da violência doméstica contra as mulheres abrange vítimas de todas as condições e estratos sociais e económicos, sendo também os/as seus/suas agressores/as de diferentes condições e estratos sociais e económicos. A violência – física, psicológica e sexual – não poderá, de forma alguma, ser tolerada.”APAV

Segundo o relatório preliminar do Observatório de Mulheres Assassinadas este ano, entre 1 de janeiro e 20 de novembro,  24 mulheres foram assassinadas em Portugal e outras 16 viram a sua vida ser atentada.
A média mensal de femicídios(1) é de 2,18 femicídios.

Este ano já foram assassinadas mais 6 mulheres que em igual período do ano passado.

Dos 24 casos de femicídio apenas em 3 existia denúncia apresentada.

Aqui ficam alguns dados estatísticos das situações registadas entre 1 de janeiro e 20 de novembro:

A relação existente entre vítimas e agressor:
63% – Marido, companheiro, namorado, relação intimidade
33% – Ascendente Directo
4% – Ex-marido, ex-companheiro, exnamorado, ex-relação intimidade

A Idade da Vítima
42%- mulheres com mais de 65 anos de idade
29% – entre os 36 e os 50 anos de idades

Local do crime
92% – residência (22 dos casos)
8% – via pública

Arma do Crime/Meio empregue
42% –  arma branca

 

Dos 24 femicídios consumados este ano
– em 14 dos casos foi possível identificar o seu autor tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.
– em 6 casos não foi aplicada  medida de coação, uma vez que foram seguidos de suicídio
– em 4 casos não foi possível determinar a medida de coação

 

Esta tarde, em Lisboa, pelas 15h00, realiza-se uma Marcha pelo Fim da Violência Contra as Mulheres.
A marcha vai ter início no Largo do Intendente, seguindo para o Martim Moniz e terminando no Rossio.

 

 

(1) Femicídio: termo utilizado pela primeira vez por Diana Russell para designar “a morte das mulheres pelo simples facto de serem mulheres”.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados