Livro de Reclamações Eletrónico alargado para supermercados, hotéis e agências de viagens

Entrou hoje em vigor a 2ª fase do Livro de Reclamações Eletrónico (LRE). Esta 2ª fase alarga o LRE “a novos setores cuja atividade é fiscalizada pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), nomeadamente, a grande distribuição, a hotelaria e as agências de viagens”.

Este alargamento ocorre um ano depois de ter entrado em funcionamento o Livro de Reclamações para os serviços públicos essenciais de água, eletricidade, gás natural, comunicações eletrónicas e serviços postais.

Neste 1º ano houve 49.290 reclamações e 4.716 pedidos de informação e no topo de reclamações encontram-se
ANACOM – 35.326
ERSE – 12.391
ERSAR – 1.573

“Fazemos um balanço muito positivo do primeiro ano de funcionamento desta ferramenta, que tem funcionado sem qualquer problema, e realçamos a forte adesão por parte dos consumidores”, assinalou Paulo Alexandre Ferreira, Secretário de Estado Adjunto e do Comércio.

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados