Ciclismo | Atletas do ACD Milharado conquistam pódios na Taça de Portugal de Pista

O ACD Milharado participou na última prova da Taça de Portugal de pista, prova que este ano pela primeira vez, premiou os atletas vencedores com medalhas, em vez das habituais taças.

O resumo da prova pelo seu coordenador, Manuel Rodrigues, é o seguinte:

Os atletas da escola de Mafra, que estrearam os novos equipamentos de pista, estiveram em muito bom plano ao longo de toda a competição, com destaque para as atletas femininas, em particular a master Filomena Paulo, que com uma vitória e um segundo lugar, na ultima prova, confirmou a vitória na Taça de Portugal, nas provas de “scratch” e eliminação, sendo secundada pela sua colega de escalão, Ana Cabral, que alcançou a primeira vitória de época, na prova de “scratch”.

Na prova de Omnium do escalão junior feminino, assistiu-se a uma luta bastante equilibrada, com a atleta do Milharado, Raquel Rodrigues a ser a mais forte na ultima prova, mas com Joana Cortiço, da 5Quinas/Município de Albufeira, que tinha vencido as duas provas anteriores, a conseguir assegurar o segundo lugar no sábado, acabando por arrecadar a Taça, apenas com mais um ponto do que Raquel Rodrigues. Sara Neves, da equipa da Bairrada foi a terceira, a oito pontos da vencedora.

Nas cadetes, mais uma excelente prestação das atletas de Mafra, com Rute Santos que voltou a ter uma prestação de muito bom nível, para a qual contribuiu o apoio da sua colega Inês Nascimento, garantindo também o 2° lugar na classificação da Taça de Portugal na prova de Ominum.

Nos mais jovens em pista – os juvenis, que este ano voltaram a ter competição para o seu escalão, Beatriz Ferreira venceu em 500m e foi segunda nas provas de 1500m e de Scratch. Esta atleta acabou por ser a atleta mais medalhada esta época ao estar no pódio em todos as provas disputadas.

Nos disputadíssimos escalões de cadetes e juniores, o Júnior, Francisco Marques apesar de ter realizado uma prova de grande nível, acabou por não conseguir segurar o 2° lugar, que detinha desde a primeira prova, e acabou por baixar na classificação da Taça para o 5° posto.

Nos cadetes, a prova acabou por ser muito atribulada para o atleta do Milharado, Tomás Gama, que acabou por ser vítima de um incidente, que lhe provocou uma avaria irreparável, que o deixou de fora da competição, foi ainda assim e sem pontuar na última prova, o melhor classificado na geral da Taça, com o 11º lugar entre os cerca de 40 atletas que marcaram presença na competição. Destaque ainda para o estreante João Oliveira, que na sua estreia em competição acabou por ser o melhor cadete do Milharado, nesta última prova, terminando em 12° a prova de omnium e concluindo a Taça no 14º posto.

 

[ACD Milharado]

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados