Basílica de Mafra | Nossa Senhora da Soledade ocultava manuscritos no manto

Iniciou-se recentemente a conservação e restauro do manto de seda azul celeste bordado a ouro fino, de Nossa Senhora da Soledade. Durante estes trabalhos foram descobertos, ocultos no forro do manto, sete documentos manuscritos.

Ainda não se conhece o conteúdo destes documentos, mas “presume-se que datem da segunda metade do século XIX, e a sua existência era inteiramente ignorada.”

 

É habitual encontrar inscrições nestes mantos, mas “sete documentos, e de mãos diferentes” é que torna este achado “verdadeiramente notável”.

Ainda não tinham sido descobertos, pois encontravam-se “dobrados em quatro partes, e cosidos aos bordados do manto (…) por fora não se suspeitasse de nada”.
[Imagem RVISSM]

 

 

A Nossa Senhora da Soledade, datada de 1773, sai habitualmente na procissão do Senhor Jesus dos Passos e na procissão do Enterro (na 6.ª Santa) e este ano “voltará a sair e a exibir o rico manto de seda bordado a ouro”.

O facto de não ter sido divulgado o conteúdo, nem o tipo, nem a relevância, nem qualquer tipo de enquadramento histórico destes documentos, relega este achado, neste momento, para o domínio da simples curiosidade histórica

[Imagem RVISSM]

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados