APG/GNR queixa-se das condições de trabalho no Posto da GNR da Malveira principal razão de queixa terá sido entretanto resolvida

Recebemos uma nota de imprensa da APG/GNR – Associação dos Profissionais da Guarda, em que se denunciam problemas que estarão a afectar as condições de trabalho dos militares em serviço no Posto Territorial da Malveira.

O Posto Territorial da Malveira não possui condições de habitabilidade para os profissionais que lá prestam serviço, tendo estes que descansar e pernoitar em camaratas com bastante humidade, ficando sujeitos à mesma durante longos períodos, com tudo o que isso acarreta no que respeita a consequências na sua saúde […]  os profissionais que residem nas instalações do Posto não têm acesso a água quente há cerca de um mês, alegadamente por uma avaria na caldeira, que tarda em ser suprida, ficando assim privados de realizar a sua higiene em condições de conforto e dignidade […]  No que respeita às instalações, mesmo com consciência de que existem condições ainda mais degradantes, um pouco por todo o país, fica aqui o habitual registo da inércia da Instituição para dar resposta a situações que podiam ser sanadas com obras de beneficiação menos dispendiosas do que poderão vir a ser, caso não exista uma intervenção atempada.

O Jornal de Mafra contactou o comandante do Destacamento Territorial de Mafra de GNR, Capitão Emanuel Massa, que nos referiu estar já ultrapassada a principal razão de descontentamento referida na nota de imprensa, uma vez que ontem, às 16:30, foi instalada uma nova caldeira no posto territorial da Malveira. Há cerca de uma semana que se esperava que a empresa encarregue da instalação da caldeira, procedesse à mesma.

 

 

Artigos Relacionados

One Thought to “APG/GNR queixa-se das condições de trabalho no Posto da GNR da Malveira principal razão de queixa terá sido entretanto resolvida

  1. O observador

    Ou seja, de manhã de dia =6 de Novembro sai o comunicado de imprensa e ao final do dia é colocada a Caldeira… Há coisas fantásticas!

Comments are closed.