14 de novembro | Dia Mundial da Diabetes

[sg_popup id=”24045″ event=”onLoad”][/sg_popup]

14 de novembro | Dia Mundial da Diabetes

 

Assinala-se hoje, 14 de novembro, o Dia Mundial da Diabetes.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a International Diabetes Federation (IDF) criaram a data em 1991, mas apenas em dezembro de 2006, este dia foi oficializado pelas Nações Unidas.

A celebração deste dia “visa consciencializar as pessoas sobre a doença e divulgar as ferramentas para a prevenção da diabetes, que tem tido um aumento alarmante de casos no mundo”.

Segundo dados preliminares do Observatório Nacional da Diabetes, em Portugal, em 2018, registaram-se entre 605 a 618 novos casos de diabetes por cada 100 mil habitantes.

A mesma fonte refere que “em 2018 a prevalência estimada da diabetes na população portuguesa com idades compreendidas entre os 20 e os 79 anos (7,7 milhões de indivíduos) foi de 13,6%, isto é, mais de 1 milhão de portugueses neste grupo etário tem esta patologia”.
Foram realizadas pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS) 2 126 287 consultas da diabetes durante o ano de 2018, estando registados nos cuidados de saúde primaria do SNS, em Portugal Continental, 862 197 utentes com diabetes (num universo de 11 649 429 utentes registados).

 

Tipos da Diabetes existentes:

Diabetes tipo I – É uma doença autoimune em que o próprio organismo destrói as células do pâncreas responsáveis por produzir insulina, o que faz com que a glucose aumente no sangue. Este tipo é mais comum entre crianças e jovens e não está diretamente relacionado com hábitos alimentares ou obesidade. Quem sofre deste tipo de diabetes tem de administrar insulina diariamente. A taxa de incidência é, apesar de tudo, baixa quando comparada com a Diabetes tipo II.

Diabetes tipo II – É o tipo mais comum desta doença e, neste caso, inicialmente, a quantidade de insulina produzida pelo organismo poderá ser exagerada em comparação com a que é produzida em pessoas saudáveis. Isto acontece porque o corpo precisa de mais insulina para que esta consiga desempenhar a sua função. Porém, com o passar do tempo, o organismo vai-se tornando resistente à insulina e os níveis de glucose vão começar a aumentar. A diabetes tipo II pode aparecer em pessoas de qualquer idade e está muito ligada à obesidade e hábitos alimentares pouco saudáveis, embora nem sempre seja o caso.

Diabetes gestacional – É um tipo de diabetes que aparece quando a mulher engravida (taxa de incidência de 1 em cada 20 grávidas), mesmo que anteriormente à gravidez nunca tenha apresentado sinais da doença. Embora normalmente desapareça após o parto, é importante que sejam tomadas medidas de prevenção para que não se venha a desenvolver diabetes tipo II. Há ainda outros tipos de diabetes causados por patologias no pâncreas, sistema endócrino, ou nas células-beta (responsáveis pela produção de insulina).

A fome e sede constantes, a boca seca, o prurido no corpo, a fadiga, a visão turva e a vontade frequente de urinar são alguns dos principais sinais de alerta.

Artigos Relacionados