Centro Hospitalar do Oeste vai contratar médicos, enfermeiros e assistentes operacionais

O Centro Hospitalar do Oeste é constituído por três unidades hospitalares, Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras, e é responsável pela prestação direta de cuidados de saúde a uma população de cerca de 300.000 residentes nos concelhos de Torres Vedras, Caldas da Rainha, Peniche, Óbidos, Bombarral, Cadaval e Lourinhã, Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e Mafra (com excepção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estevão das Galés e Venda do Pinheiro).

Em julho, este ano o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) foi transformado numa entidade pública empresarial, o Centro Hospitalar do Oeste, E. P. E., tendo o governo justificado esta mudança, numa “lógica de integração e complementaridade, concentração de recursos e compatibilização de desígnios estratégicos, permitindo também a obtenção de ganhos de eficiência”.

Ao tornar-se Entidade Pública Empresarial, o Centro Hospitalar do Oeste (CHO) recebeu 7 milhões de euros que serão utilizados para pagar a dívida, a qual ronda os 35 milhões de euros.

A nova administração pretende contratar pelo menos 20 médicos, 35 enfermeiros e 40 assistentes operacionais, de modo a “colmatar necessidades e repor recursos que se foram perdendo ao longo dos anos”.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados