Mafra | Qualidade das Águas Balneares durante a época balnear 2018

A Época balnear terminou ontem nas praias do concelho de Mafra.

Como se comportaram as águas balneares, do concelho, durante a época balnear 2018, em termos da sua qualidade?

A classificação de 2017 relativa às águas balneares do concelho classificou como EXCELENTES as águas das praias do Algodio, Baleia (SUL), Coxos, Foz do Lizandro (Mar), Porto da Calada, Ribeira D´Ilhas, Ribeira ou dos Pescadores e dS. Lourenço.

Aquela que recebeu uma classificação diferente foi a única praia interior do concelho, a praia da Foz do Lizandro-Rio. Na época balnear de 2017 recebeu a classificação de MÁ com água imprópria para banhos.

Em Fevereiro deste ano, a Praia da Foz Lizandro-Rio esteve mesmo em risco de abandonar a lista de águas balneares.

Agora que terminou mais uma época balnear no concelho, a única praia que registou ocorrências de “desaconselhamento ou interdição dos banhos” foi novamente a Praia da Foz do Lizandro (Rio).

 

Nos anos anteriores a classificação da água desta praia foi a seguinte:

Ano    Classificação
2017      Má
2016      Boa
2015      Sem Classificação
2014      Sem Classificação
2013      Sem Classificação
2012      Não identificada

A Câmara Municipal de Mafra assumiu no início do ano, junto da APA-ARH, o compromisso de elaborar um “programa de medidas que incida sobre as causas da poluição” – tendo sido este facto, que manteve a praia Praia da Foz do Lizandro (Rio) na lista de águas balneares 2018. Espera-se que este plano seja finalmente posto em pratica, para que a praia não seja desclassificada e para que a Praia da Foz do Lizandro (Mar) não venha a perder a bandeira Azul.

A nível nacional, a Agência Portuguesa do Ambiente identificou, para a época balnear de 2018, 484 águas balneares em Portugal continental, sendo 357 águas balneares costeiras e de transição e 127 águas balneares interiores.

Os relatórios dos meses de Junho, Julho e Agosto revelam:

Junho:
7 águas balneares registaram-se ocorrências:
– 5 desaconselhamentos da prática balnear, por contaminação microbiológica
– 2 interdições.

Julho:
– 30 desaconselhamentos da prática balnear:  21 por contaminação microbiológica e 9 por medida cautelar
– 1 interdição.

Agosto:
16 águas balneares registaram-se ocorrências:
– 12 desaconselhamentos da prática balnear:  10 por contaminação microbiológica e 2 por medida cautelar
– 4 interdições.

 

Siga-nos nas redes sociais

Artigos Relacionados