Sintra | Teatro Efémero apresenta “um artista vulgar”, a 21 e 22 de abril na Quinta da Ribafria

A encenação do espetáculo é de Miguel Moisés, a interpretação de Bernardo Souto e Tito Moreira, com base num texto de Carolina Figueiredo. “Um artista vulgar”, é inspirado no universo existencialista presente nas obras de Franz Kafka, com especial atenção ao conto “Um Artista da Fome” e também se relaciona e inspira no filme Birdmand ou (A inesperada virtude da ignorância) de Alejandro G. Iñárritu.” Este é “um espetáculo que explora a condição humana, até onde somos capazes de ir, de agir, a rotina, o peso do trabalho, a procura…

Ler mais