Futebol | Mafra soma mais três pontos ao vencer o Marítimo

resmaf 2

 

O Mafra deslocou-se ao Funchal para defrontar a equipa madeirense, em jogo a contar para a 6.ª jornada da II Liga (Liga Sabseg).

O jogo, realizado no Estádio do Marítimo, no Funchal, terminou com a vitória do Mafra por duas bolas a uma.

Marítimo: 1 VS 2: CD Mafra

Nos primeiros 15 minutos do jogo, o Marítimo fez várias investidas à baliza do Mafra, mas sem sucesso, com Oláfsson a negar o golo ao Marítimo por duas vezes.

O Mafra, no primeiro lance de perigo, inaugurou o marcador aos 21 minutos, com um golo de Miguel Sousa.

O Marítimo chega à igualdade aos 27 minutos.

Aos 33 minutos, Lucas Gabriel cabeceia ao lado da baliza.

Três minutos depois, aos 36 minutos, o Mafra insistiu por mais de uma vez, mas nenhum dos jogadores conseguiu empurrar a bola para dento da baliza.

Aos 73 minutos foi feita uma pausa para hidratação devido ao calor que se fazia sentir.

Aos 90+4 minutos, o arbitro recorreu ao VAR para validar grande penalidade a favor do Mafra, o que aconteceu aos 90+6 minutos.

Seguiram-se dois cartões amarelos para jogadores do Marítimo e dois cartões vermelhos uma para o Mafra, para o capitão Gui Ferreira, e outro para o Marítimo.

Aos 90+10 minutos o Mafra faz então o 2.º golo, com Mário Balbúrdia a marcar a grande penalidade.

Jorge Silas, treinador do Mafra, escolheu para onze inicial: Elías Ólafsson, João Goulart, Pedro Barcelos, Pedro Bravo, Mésaque Djú, Lucas Gabriel, Diogo Almeida, Gui Ferreira, Ousmane Diao, Miguel Sousa e Nibe.

No banco de suplentes do Mafra ficaram: André Paulo, Chriso, Felipe Moreno, André Lopes, Fábio Sturgeon, Madi Queta, Pontus Texel, Bak e Mário Balbúrdia.

As substituições no Mafra aconteceram aos 63 minutos (entra Fábio Sturgeon e sai Mésaque Djú e entra Mário Balbúrdia e sai Miguel Sousa), aos 76 minutos (entra Chris Kouakou e sai Andreas Hansen e entra Juan Felipe Moreno e sai Diogo Almeida) e aos 84 minutos (entra Victor Bak Jensen e sai Pedro Barcelos).

Ricardo Baixinho, árbitro da partida, mostrou por 5 vezes o cartão amarelo aos jogadores do Mafra: Pedro Barcelos (45 +2 minutos), João Goulart (46 minutos), Pedro Bravo (86 minutos), Fábio Sturgeon (89 minutos), Mário Balbúrdia (90+11 minutos) e o Cartão vermelho a Gui Ferreira aos 90+ 8 minutos por protestos.

 

[Imagem: CDM]

Leia também