A 21 de janeiro de 1834 o Convento de Mafra passa a ser a morada dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho

 

A 21 de janeiro de 1834 é publicado o decreto que “ordena que o Convento de Mafra seja d´ora em díante a morada dos Conegos Regrantes de Santo Agostinho, que sairão do Real Mosteiro de S. Vicente de Fóra. — Este Mosteiro e respectiva Igreja, Sacristia, Alfaias, Cerca, e mais Predios ficam incorporados nos proprios da Nação. O Cardeal Patriarcha e seus Successores, residirão ao dito Mosteiro, e alli estabelecerão, Seminario, Aulas, Camara Ecclesiastica etc”.

Leia também

Comentário