Regressa no domingo o Ciclo de Órgão de Torres Vedras

 

Arranca no domingo, 15 de janeiro, a sétima edição do Ciclo de Órgão de Torres Vedras. Até 27 de março, a Igreja da Misericórdia de Torres Vedras, irá ser palco de quatro grandes concertos e quatro mini concertos “à la carte”.

“É um ciclo para todos os públicos, que se preocupa com a formação de novos públicos, com a sensibilização para a arte e com a sensibilização para o património”, refere Daniel Oliveira, diretor artístico do Ciclo de Órgão.

O primeiro concerto do VII Ciclo de Órgão de Torres Vedras é já no dia 15 de janeiro, pelas 16h30.
Neste concerto, intitulado Mater Dei, serão apresentadas óperas de caráter mariano, interpretadas pelo grupo Mosaico Espiritual, composto por Patrycja Gabrel (soprano), Carolina Figueiredo (mezzo soprano) e Daniel Oliveira (órgão).

Os concertos são gratuitos e realizam-se todos na Igreja da Misericórdia, em Torres Vedras.

As próximas datas são:

4 de fevereiro
11h00 – A Aldeia do Dó Mi Sol
Este concerto com interpretação da organista Inês Machado, parte da história com o mesmo nome da autoria de Renato Gonçalves

25 de fevereiro
21h30 – Improvisos e vocalizos espirituais – Candlelight Concert
o concerto será protagonizado pelo organista inglês Jonathan Ayerst, que irá “improvisar” em pleno concerto versos que irão dialogar com o coro Corteto Ensemble Vocal, dirigido pela maestrina torriense Alexandra Neves Fortes.

6 / 13 / 20 e 27 de março
13h15 – Concerto “À la carte”
Tratam-se de recitais, com a duração máxima de 15 minutos, onde o público tem a oportunidade de escolher o que quer ouvir, desde peças específicas para órgão até temas bem atuais.

25 de março
21h30 – Bach and friends
Recital apresentado pelos alunos e professores do Conservatório Nacional de Lisboa e do Conservatório de Música da Física de Torres Vedras. Será composto por peças de Johann Sebastian Bach e de outros compositores do período barroco.

 

Leia também

Comentário