1 de dezembro é dia da Restauração da Independência

 

Assinala-se hoje, 1 de dezembro, em Portugal, o dia da Restauração da Independência.

Na manhã de 1 de dezembro de 1640, um grupo de nobres portugueses invadiram o Paço da Ribeira, em Lisboa, para derrubar a dinastia espanhola que governava o país desde 1580.

Os revoltosos mataram, a tiro, Miguel de Vasconcelos, o representante da Espanha em Lisboa, e atiraram-no pela janela. D. João, duque de Bragança, foi então aclamando como rei de Portugal, tendo então ordenado o cerco à guarnição militar do Castelo de S. Jorge e a apreensão dos navios espanhóis que se encontravam no porto.

A Restauração da Independência foi o culminar de um período de grande descontentamento por parte da população portuguesa, que não estava satisfeita com a União Ibérica entre Portugal e Espanha, que fez história durante 60 anos (de 1580 a 1640).

Os espanhóis apenas reconheceram a restauração da independência de Portugal 27 anos depois, com a assinatura do Tratado de Lisboa.

1 de dezembro é feriado nacional, um feriado que foi eliminado pelo governo em 2013, tendo só voltado a ser feriado em 2016.

Leia também

One Thought to “1 de dezembro é dia da Restauração da Independência”

  1. dELFIM aUGUSTO DE jESUS sOUSA

    O diA MAIS IMPORTANTE DO NOSSO PAÍS É O DIA 1ºDE dEZEMBRO, DIA DA RESTAURAÇÃO DA NOSSA INDEPENDÊNCIA.
    MANTIVÉMO-NOS COMO UMA VERDADEIRA NAÇÃO DESDE AFONSO HENRIQUES ATÉ MARCELO CAETANO.
    DESDE 25 DE ABRIL DE 1974, COMEÇÁMOS A PERDER POSIÇÃO ENTRE AS NAÇÕES E, AGORA, RESTA-NOS UMA PEQUENA IMAGEM DO QUE FOMOS. PERDEMOS TUDO E APENAS NOS RESTA VIVER DAS ESMOLAS
    DA EUROPA.
    MOTIVO: ADOPTÁMOS IDEALOGIAS QUE NOS ESTÃO A CONDUZIR
    À MISÉRIA.
    DEMOCRACIA É IMPORTANTE SEM COMPLEXOS DE ESQIERDA.
    A ECONOMIA DESENVOLVE-SE COM TRABALHO E PERSEVERANÇA,
    MESMO COM SACRIFÍCIOS INICIAIS.
    QUANDO TRABALHAVA CHEGUEI A LABORAR 16 HORAS POR DIA, PARA TRAZER DINHEIRO PARA O NOSSO PAÍS, COM EXPORTAÇÃO.
    NUNCA RECEBI LUCROIS DAS MINHAS EMPRESAS, APENAS O VENCIMENTO COMO QUALQUER FUNCIONÁRIO.
    REPRESENTEI DURANTE DEZENAS DE ANOS O NOSSO PAÍS, COM HONRA E HONESTIDADE.
    PERDI TUDO COM DÍVIDAS DO EXTERIOR, MAS NÃO ME ARREPENDO( COMO BOM PORTUGUÊS) E ESTARIA PRONTO A RECOMEÇARTUDO DE NOVO, SE A IDADE ME DEIXASSE.
    POR ISSO FICO TRISTE QUANDO VEJO A MANEIRO COMO SE TRATA
    EM PORTUGAL UMA DATA TÃO IMPORTANTE.

Comments are closed.