Mafra | Visitas guiadas gratuitas à exposição “Instrumentos Musicais Chineses” (cuja instalação custou mais de 59 mil euros à câmara de Mafra)

 

No dia em que se assinalou o 3.º aniversário da inscrição do Real Edifício de Mafra na lista do Património Mundial da UNESCO, a câmara de Mafra inaugurou uma nova galeria municipal no torreão sul do Palácio Nacional de Mafra e com ela foi também inaugurada a exposição “Instrumentos Musicais Chineses”.

A exposição estará patente até 30 de abril de 2023 e resulta de uma parceria da autarquia com Centro Cultural e Científico de Macau e a Fundação Jorge Álvares.

A Prestação de Serviços de execução e Montagem de Exposição “Instrumentos Musicais Chineses” no Palácio Nacional Mafra, Torreão Sul custou 59.624,08 € aos cofres do município.

No próximo sábado, 26 de novembro, durante uma hora e meia (das 15h00 às 16h30) será possível realizar uma visita guiada a esta exposição e participar num workshop.

De acordo com a câmara “a mostra apresenta um representativo acervo instrumental chinês, cujas formas, materiais e sonoridades podem ser experienciados através de um workshop. Nesta sessão, os participantes poderão realizar um trabalho rítmico, com recurso a alguns dos instrumentos de percussão chineses”.

A visita voltará a realizar-se nos dias 28 de janeiro, 25 de fevereiro e 25 de março.

A participação é gratuita, mas requer inscrição prévia através do formulário: https://www.cm-mafra.pt/pages/2265

 

[Imagem: CMM]

Leia também

Comentário