Futebol | AT Malveira condenado a pagar multa de 200 € e a realizar um jogo à porta fechada

 

Em finais de setembro foi notícia “o polémico empate, as agressões e as expulsões no jogo entre Sacavenense e Atlético Clube da Malveira” (ver aqui), hoje a Associação de Futebol de Lisboa deliberou aplicar sanções aos dois clubes.

A sanção aplicada ao Malveira passou pelo pagamento de uma multa no valor de 200 € e pela realização de um jogo à porta fechada.

Nas redes sociais, o clube afirma que é “lamentável” e que tem dificuldade “em aceitar este castigo”, acrescentando que “o relatório nada prova que qualquer adepto do Atlético Clube da Malveira tenha invadido o campo, assim como as devidas testemunhas que se deslocaram à AFL para serem ouvidas o comprovaram, e o relatório das autoridades não tem ninguém identificado, inclusive o adepto da equipa adversária foi algemado”.

Recorda-se que os acontecimentos desenrolaram-se depois do desentendimento entre dois jogadores no relvado, situação que levou a uma invasão de campo, quando o Malveira vencia por 2-1.

Dada a confusão gerada, o árbitro, Silvino Gonçalves, apitou, mas se para uns, este terá sido o apito final do jogo, mas para o árbitro foi apenas uma paragem, tendo reatado o jogo posteriormente por mais 1 minuto e 40 segundos, tempo em que o Sacavenense chegou ao empate.

Ao Sport Grupo Sacavenense foi aplicado o mesmo castigo.

O Atlético Clube da Malveira afirma, fazer questão de “continuar a receber com o mesmo respeito e ética pelos nossos adversários”. O clube aponta o dedo à Associação Futebol de Lisboa onde “ninguém defenda os Clubes, Dirigentes e Atletas com o devido respeito. Associação Futebol de Lisboa e o Conselho de disciplina no seu melhor...”.

Reveja, aqui, o vídeo do jogo.

Leia também

Comentário