Sintra | Autarquia avança com protocolo para criação de Área Marinha Protegida

 

Foi aprovado, no início deste mês, em reunião de executivo do município de Sintra, o protocolo que estabelece as diretrizes para a continuação da execução do projeto de criação de uma Área Marinha Protegida de Interesse Comunitário (AMPIC).

Basílio Horta, presidente da autarquia de Sintra refere que este protocolo “é mais um passo da concretização de medidas urgentes e necessárias para a proteção de áreas como a região marinha de Sintra, que em conjunto com os Municípios de Mafra e Cascais, apresenta um enorme valor natural”, acrescentando que “este é um objetivo que se coloca também ao nível nacional”.

O Protocolo de Criação de Novas Áreas Marinhas Protegidas é celebrado entre a Fundação Oceano Azul e os Municípios de Sintra, Cascais e Mafra, e vê agora adicionadas as regras que definem a forma de seleção dos parceiros científicos para a continuação do projeto.

Existem, neste momento em Portugal, 71 Áreas Marinhas Protegidas, o que corresponde a apenas 1% do mar nacional.

Leia também

Comentário