Mafra | “Ao inferno senhores” – Leituras encenadas de textos de José Saramago [Imagens]

 

Com estreia a 9 de setembro no auditório da Escola Secundária José Saramago, “Ao inferno senhores”, uma performance constituída por leituras encenadas de textos do José Saramago, foi ontem apresentada no Auditório Francisco Alves Gato, em Mafra.

Esta iniciativa está integrada nas comemorações do centenário de José Saramago e resulta da colaboração entre a Fundação José Saramago e a Escola Secundária José Saramago.

O espetáculo é constituído por leituras encenadas e musicadas, de vários textos do escritor, Prémio Nobel da Literatura. No palco, um grupo de jovens, ex-alunos da Escola Secundária José Saramago, que se congregaram numa meritória e inédita iniciativa, para, com brilhantismo, comemorar os 100 anos do nascimento de Saramago.

Mas neste débil canto há outra voz que tenta libertar-se da surdina. Como rosa-cristal em funda mina ou promessa de pão que vem das mós. [“Os Poemas Possíveis”, José Saramago]

Iniciado por uma leitura encenada do “Memorial do Convento”, o espetáculo – com direção artística de Afonso Cardoso e direção gráfica de Mafalda Batista, mobilizando em palco 11 atores e 3 músicos – fez desfilar em palco excertos das obras mais conhecidas de Saramago.

Embora recorrendo a cenários minimalistas, a verdade é que os vários quadros se seguiram com muita imaginação cénica, tendo correspondido bem à música escolhida, aos textos e poemas e ao desempenho dos atores e atrizes. A escolha dos textos foi ousada, desconcertante e provocatória, fazendo jus ao autor e assim, celebrando-o com maior profundidade.

Uma lufada de ar fresco, uma pitada de juventude e um assomar de inovação, que não podem ficar por aqui.

Na próxima semana, nos dias 16 e 17, às 21 horas, também no Auditório Francisco Alves Gato, não perca a oportunidade de assistir a este espetáculo.

Leia também

Comentário