Carris Metropolitana em Mafra só em janeiro de 2023

 

A área metropolitana de Lisboa (AML) anunciou hoje que a entrada em funcionamento do serviço da Carris Metropolitana, previsto avançar no próximo dia 1 de julho, foi adiado para dia 1 de janeiro de 2023.

De acordo com a AML o adiamento prende-se com o facto de não estarem “garantidas as condições consideradas essenciais para a entrada em funcionamento do novo serviço”.

O adiamento do início do serviço da Carris Metropolitana foi anunciado na área 1 (Amadora, Cascais, Lisboa, Oeiras e Sintra) e na área 2  (Mafra, Odivelas e Vila Franca de Xira). Entre algumas das principais razões identificadas para o adiamento estão “a falta de um número bastante significativo de viaturas novas, a inexatidão nas datas da sua disponibilidade e a adequação dos sistemas de informação necessários à prestação do serviço”.

Assim, até 1 de janeiro de 2023 a “operação de transportes rodoviários decorrerá nas condições normais e habituais como até aqui” nestas duas áreas.

As 7 novas carreiras previstas para o concelho de Mafra ficam em espera até janeiro do próximo ano.

No próximo dia 1 de julho, o serviço da Carris Metropolitana avança na área 3 (Almada, Seixal e Sesimbra) passando a existir nesta área “mais frequências, mais horários, linhas novas e uma frota de autocarros renovada”.

Na área 4 (Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela e Setúbal) aumenta o serviço prestado, uma vez que o nível de serviço atual ainda é inferior ao definido contratualmente na Carris Metropolitana.

 

Leia também