Mafra entre as 118 regiões escolhidas pela UE para combate às alterações climáticas

 

Mafra foi uma das regiões e autoridades locais portuguesas escolhidas na União Europeia (UE) para implementar projetos de adaptação às alterações climáticas, que mobilizarão 370 milhões de euros até 2023.

A Comissão Europeia anunciou, durante o 1.º Fórum da Missão Adaptação às Alterações Climáticas, as primeiras 118 regiões e autoridades locais de 18 Estados Membros, que se comprometeram com a Missão Adaptação às Alterações Climáticas, através da assinatura do denominado Pacto da Missão.

Dessas 118 regiões e autoridades locais, 8 são portuguesas: Área Metropolitana de Lisboa, Cascais, Cávado, Fundão, Mafra, Médio Tejo, Região de Coimbra e Vila Pouca de Aguiar.

As regiões selecionadas irão receber apoio institucional e financiamento da EU, através do programa de investigação e inovação Horizonte Europa – EU MISSIONS -, como inspiração a outras regiões da Europa e do mundo para fazer face às alterações climáticas e acelerar a transição para um futuro sustentável e próspero, desenvolvendo soluções de resiliência que desencadeiem transformações na sociedade.

A Missão Adaptação às Alterações Climáticas tem como principal objetivo apoiar as 150 regiões e comunidades, para acelerar a sua transformação para a resiliência climática, ajudando-as a entender, preparar e gerir os riscos induzidos pelo clima, bem como desenvolver soluções inovadoras para aumentar a resiliência.

 

As restantes 110 regiões são:
Áustria: Land Niederösterreich e Römerland Carnuntum
Bélgica: Cidade de Blankenberge, Cidade de Hasselt e Região de Flandres
Bulgária: Cidade de Burgas
Chipre: Município de Athienou e Município de Pafos
Dinamarca: Região da Dinamarca Central, Região da Dinamarca do Norte, Região do Sul, Dinamarca, Região Zealand e Município de Vordingborg
Estónia: Cidade de Rakvere, Cidade de Tartu, Município Rural de Saue e Município de Viimsi
Finlândia: Cidade de Turku, Lapónia, Região do Sudoeste e Finlândia
França: Região de Ile-de-France, região de Occitânia, região de Provence-Alpes, Côte d’Azur, região da Normandia, região da Nova Aquitânia e cidade de Paris
Alemanha: Cidade de Ingolstadt, Cidade de Bremen e Gelsenkirchen
Grécia: Ilha Chalki, Município de Ampelokipi-Menemeni, Município de Hersonisos, Município de Ilion-Grécia, Município de Larissa, Município de Thermaikos, Município de Thermi, Município de Vari, Município de Volvi, Ilha Nisyros, Ilha Skopelos e Thessaly
Hungria: Cidade de Kiskunmajsa, Centro distrital da cidade de Gyöngyös, Condado de Hajdú-Bihar, Jaszkiser, Município de Püspökszilágy, Município de Szarvas, Nagyecsed Város, Önkormányzata e Újléta Község
Itália: Município de Cesano, Maderno, Província de Potenza, Região de Emilia-Romagna, Região da Sardenha, Região de Trento, Região de Veneto
Países Baixos: Cidade de Rotterdam, Cidade de Zwolle, Município de Amersfoort e Província de Utrecht
Polónia: Cidade de Elbląg, cidade de Gdansk, cidade de Jastrzębie-Zdrój, cidade de Konin, cidade de Lublin, cidade de Ostrowiec, cidade de Rabka-Zdrój, cidade de Rejowiec, cidade de Rzeszow, cidade de Świdnica, cidade de Świecie, cidade de Turek, cidade de Wroclaw, cidade de Zakopane, Dolny Śląsk, Gmina Grodzisk, Gmina Janikowo, Gmina Łomża, województwo podlaskie, Gmina Miejska Lidzbark, Warmiński, Gmina Pieszyce, Gmina Sorkwity, Gmina Stare Babice, Gmina Wisznia Mała, Mazovian Voivodeship, Região de Podkarpacie, Voivodia da Silésia e Świętokrzyski
República Eslovaca: Região de Košice e distrito de Bratislava – Rača
Espanha: Aragão, Ayuntamiento de Soutomaior, Ilhas Baleares, País Basco, Castilla La Mancha, Catalunha, Cidade de Vitoria-Gasteiz, Comunidade Valenciana, Extremadura, Gran Canaria, La Rioja, Câmara Municipal de Málaga, Navarra, Principado das Astúrias, Província de Granada e Região de Múrcia
Suécia: Região de Blekinge

 

[Imagem: UE]

Leia também

One Thought to “Mafra entre as 118 regiões escolhidas pela UE para combate às alterações climáticas”

  1. É um assunto deveras importante para a região e planeta.
    Que os subsidios sejam bem aplicados no desenvolvimento de tecnoligia e de procedimentos para o bem estar do planeta hoje e amanhã.
    Pode ser que daí surjam grandes novidades!

Comentário