Governo Regional da Madeira cancelou as festividades de Carnaval

 

O aumento de casos de covid19 devido à variante Ómicron está a levar ao cancelamento da realização dos desfiles do Carnaval de 2022, em Portugal e pelo mundo.

O Governo Regional da Madeira cancelou hoje as festividades de Carnaval na Madeira programadas para este ano. O cancelamento deve-se à evolução da situação pandémica da covid-19 na região.

O Governo Regional da Madeira entende não estarem reunidas as condições de segurança em termos de saúde pública para que o evento se realize” e deste modo “decidiu cancelar as festas que teriam lugar entre os dias 26 de fevereiro e 2 de março”. O governo madeirense considera que o cancelamento dos eventos de Carnaval é “a decisão mais acertada”.

A Nazaré anunciou, no início de dezembro, ter decidido “não organizar qualquer evento do Carnaval 2022, o que inclui os bailes de rua e os desfiles”.

Ovar refere que “o atual momento, não sendo crítico, é complicado” e remeteu para 10 de janeiro o anúncio da decisão definitiva. A decisão que será tomada tendo em conta as diretivas da Direção-Geral da Saúde e depois de uma reunião com as outras cidades da região centro que organizam festejos de Carnaval.

Na última reunião pública da câmara de Torres Vedras, Laura Rodrigues, presidente da câmara, referiu que “não será viável irmos realizar o Carnaval da forma como habitualmente o fazemos” acrescentando estar “a trabalhar o plano B” de modo “que possamos ter alguma coisa de Carnaval, mas não efetivamente aquilo que seria a situação normal”.

Pelo mundo, Veneza ainda não confirmou se o Carnaval 2022 vai ser ou não presencial. No Brasil, Salvador da Bahia, Fortaleza e Curitiba são alguns dos destinos nos quais os festejos de Carnaval foram já cancelados: O Rio de Janeiro e São Paulo ainda não cancelaram os festejos.

[Imagem: Visit Madeira]

Leia também