Ano novo... Preços novos | Conheça os novos preços de 2022

 

Com 2022 quase a bater à porta, já se fala no sobe e desce dos preços de alguns bens e serviços, esperando-se um aumento generalizado de preços.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou as tarifas e os preços para a energia elétrica a vigorar a partir do dia 1 de janeiro. Em 2022, o preço da eletricidade vai subir, em média, 0,2% para os consumidores do mercado regulado (915 mil clientes).
“Todavia, em janeiro de 2022 os consumidores vão observar uma redução média de -3,4% em relação aos preços em vigor em dezembro de 2021”, refere a ERSE em comunicado.

No mercado liberalizado, as tarifas de eletricidade vão subir 2,4% na EDP Comercial (cerca de 90 cêntimos por mês) e na Galp a subida será de cerca de 2,7 € mensais, enquanto a Endesa mantém os preços da eletricidade para as famílias e pequenos negócios.

Ao contrário do que aconteceu em 2020 e 2021, as portagens nas autoestradas portuguesas vão aumentar em 2022. A BRISA revelou hoje que 28 das 93 taxas de portagem aplicadas na classe 1 serão atualizadas, uma atualização média de 1,57%.

Também os preços do gás de botija vão subir em 2022.

Em 2022 as rendas vão subir 0,43%, o que representa um aumento de cerca de 43 cêntimos por cada 100 euros de renda.

Nas telecomunicações, a MEO irá proceder à atualização do preço base de mensalidade em tarifários/pacotes. A Nowo refere que não estão previstas atualizações de preços para o próximo ano. Vodafone e NOS ainda não deram a conhecer a sua decisão.

No sector dos transportes, e de acordo com a informação divulgada pela Autoridade da Mobilidade e dos Transportes, os preços do transporte público coletivo de passageiros vão sofrer um aumento de 0,57%.

Na área metropolitana de Lisboa, os passes Navegante – Municipal e Metropolitano – vão manter o preço em 2022 – 30 e 40 euros, respetivamente.

De acordo com o Instituto da Mobilidade e Transportes (IMT), o preço das Inspeções Periódicas Obrigatórias (IPO) para veículos ligeiros vai aumentar para os 31,80 € em 2022. A tarifa base da reinspeção de inspeções aumenta para 6,48 euros.

Com o chumbo do Orçamento do Estado para 2022, o aumento de 10% previsto para o tabaco não entrará já em vigor.

Finalmente, o preço do pão deverá aumentar, uma vez que se devem verificar subidas nos preços das matérias-primas e que o salário mínimo nacional também aumenta.

Os preços da carne, do bacalhau, do azeite e dos legumes também irãoo pesar mais no orçamento familiar.

Leia também