A redução da idade da reforma em 2023 e as menos 14 mil pensões de velhice pagas pela Segurança Social

 

Desde 2014 que a idade normal de acesso à pensão de velhice varia em função da esperança média de vida aos 65 anos de idade verificada entre o segundo e terceiro anos anteriores ao início da pensão, pelo que em 2022 a idade de acesso à reforma se irá situar nos 66 anos e sete meses.

Com a pandemia existiu um aumento da mortalidade, sobretudo entre os mais velhos (com mais de 80 anos), não só causada pela doença (de acordo com o último relatório da DGS morreram já 18 874 pessoas por covid 19 em Portugal), mas também por outras doenças que não foram tratadas atempadamente.

Este aumento da mortalidade vai levar a que em 2023, pela primeira vez em Portugal,  vá ocorrer um recuo na idade da reforma, sendo a idade normal de acesso à pensão em 2023, os 66 anos e 4 meses.

Os especialistas apontam ainda para que em 2024 a idade normal de acesso à reforma venha a descer novamente, desta vez para os 66 anos de idade.

Entre dezembro de 2020 e maio de 2021, a Segurança Social registou uma redução de quase 14 mil pensões por velhice pagas mensalmente. Esta foi a queda mais acentuada desde que há registo. A partir de maio de 2021, o número de pensões pagas mensalmente voltou a subir, logo, o número de novos pensionistas superou o número de pensionistas que vão saindo.

Leia também