A atividade assistencial aumentou no 1º semestre deste ano no Centro Hospitalar do Oeste

Hospital Torres Vedras

 

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) anunciou hoje que até ao final de junho de 2021 registou um “aumento no número de consultas e de cirurgias realizadas, assim como uma redução do número de doentes em lista de espera comparado com igual período do ano anterior”.

Segundo o comunicado do CHO, no 1.º semestre de 2021 foram realizadas

  • 3.081 cirurgias no CHOeste, mais 470 (+18 por cento) do que em igual período em 2020
  • 80.068 consultas nas Unidades Hospitalares que constituem o CHOeste, mais 17.084 (+27,1 por cento) do que em período homólogo

De acordo com os dados apurados mantém-se a tendência de redução da lista de espera para cirurgia: atualmente estão menos 282 doentes a aguardar por cirurgia, do que em 2020, sendo o tempo médio de espera para uma cirurgia inferior em 71 dias ao que ocorria no ano anterior.

O número de doentes em lista de espera para consulta “tem vindo a diminuir de forma consistente desde 2019”, existindo atualmente menos 3.234 (-24,5 por cento) doentes a aguardar por consulta do que em igual período no ano transato.

Também a se verificou uma redução da demora média no Internamento em 0,3 dias, sendo que atualmente está 7,5 dias (no 1º semestre do ano passado um doente esteve em média internado 7,8 dias).

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais de Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

 

   

Leia também