Mafra com ensino politécnico em 2021/2022

 

À semelhança daquilo que já ocorre no concelho de Sintra e no concelho de Torres Vedras, Mafra irá ter, brevemente, uma oferta de ensino politécnico.

Pedro Dominguinhos, coordenador nacional do ensino politécnico, revelou que no próximo ano letivo, com base numa plataforma que envolverá os Institutos Politécnicos de Leiria, Santarém, Setúbal e Tomar irão ser ministrados pela primeira vez, ou irão ver alargada a sua oferta, mais 35 cursos técnicos superiores profissionais, nos concelhos de Mafra, Torres Vedras, Arruda dos Vinhos, Sintra, Loures, Odivelas, Amadora e Vila Franca de Xira.

Esta iniciativa, apresentada em Santarém, no dia 24, na presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, pretende proporcionar  uma “oferta de proximidade de formações curtas de âmbito superior, designadamente cursos técnicos superiores profissionais e pós-graduações nas áreas das tecnologias de informação, comunicação e eletrónica, química, conservação e restauro, turismo e desporto”, informou a tutela. Além da proximidade, com estes cursos, os parceiros pretendem “dar resposta às necessidades de qualificação das empresas e desses territórios”.

Em Torres Vedras, cidade que já dispõe de um Núcleo de Formação lançado pelo Politécnico de Leiria, irá funcionar no próximo ano letivo, um polo da Escola Superior de Saúde, que será instalado no antigo edifício dos SMAS – Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Torres Vedras, que será adaptado pela autarquia para o efeito.

Numa cerimónia não comunicada previamente à comunicação social, por isso, sem a sua presença, contando, pois, com a difusão noticiosa exclusiva da Câmara Municipal de Mafra, o Presidente da autarquia anunciou que no quadro desta iniciativa, no próximo ano letivo, em colaboração com o Instituto Politécnico de Tomar irão funcionar em Mafra, “Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTESP): Marketing digital, Informática, Informática de Gestão e Produção de Atividades para o Turismo Cultural”. Estes cursos irão funcionar nas instalações do antigo Centro de Saúde de Mafra, propriedade da Misericórdia de Mafra, presidida pelo ex-vice-presidente da Câmara de Mafra, Joaquim Sardinha. Parece assim estar à vista mais um negócio entre o poder local de Mafra e a Misericórdia da vila.

Na incubadora de negócios da Ericeira, em colaboração com o Instituto Politécnico de Santarém irão funcionar cursos de Surfing no Treino e na Animação Turística.

Os cursos a ser ministrados terão uma duração de quatro semestres curriculares e um estágio conferindo um diploma de técnico superior profissional de nível 5 do Quadro Nacional de Qualificações.

[imagem © Câmara Municipal de Mafra]

   

Leia também