Bernardo Alabaça exonerado da Direção Geral do Património Cultural, João Carlos dos Santos é o novo Diretor Geral

 

Bernardo Alabaça foi exonerado do seu cargo de Diretor-geral do Património, pela Ministra da Cultura. O Arquiteto João Carlos Santos, Subdiretor-Geral do Património Cultural assume, com efeitos imediatos, o cargo de diretor-geral interino da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC).

João Carlos dos Santos é arquiteto, mestre em Patologia e Restauro Arquitetónico , sendo doutorando em Arquitetura na Universidade do Porto. Já desempenhou o cargo de Diretor-geral do Património em regime de substituição, entre outubro de 2015 e janeiro de 2016. Integrou o Conselho Nacional de Cultura, é vogal do Conselho Diretivo do Fundo de Salvaguarda do Património Cultural, sendo também membro do Conselho Coordenador do Programa de Gestão do Património Imobiliário do Estado.

Bernardo Alabaça, gestor de profissão, foi nomeado pela atual Ministra da Cultura, Graça Fonseca, em fevereiro de 2020 em substituição da arquiteta Paula Araújo da Silva.

O concurso para Diretor-Geral da DGPC decorre neste momento.

 

   

Leia também