Dinamarca vs Finlândia muito para além de um simples jogo de futebol

 

Está a decorrer o Campeonato Europeu de Futebol de 2020, o Euro 2020.

Ontem jogou-se o Dinamarca Finlândia, um jogo da primeira jornada do Grupo B, jogo que está a dar que falar, por razões que pouco se relacionam com futebol e que nada se relacionam com arbitragem, mas que valem pelo humanismo, pelo espírito de equipa e de camaradagem, pela solidariedade e pelo fair play que se viveu no relvado.

Tudo “começou” aos 42 minutos, quando o dinamarquês Christian Eriksen, de 29 anos, caiu inanimado no relvado deixndo toda a gente em pânico.

O primeiro a socorrer o jogador foi o capitão da equipa dinamarquesa, Simon Kjaer, que correu quase metade do campo para junto do colega e com apenas dois gestos: não deixou que a língua de Eriksen se dobrasse, facilitando a respiração e colocou-o numa posição lateral, gestos que se revelaram determinantes para o desfecho da situação.

Simon Kjaer ajudou ainda a equipa a manter a calma e confortou a namorada do colega, que em pânico, procurando saber o que estava a acontecer, saltou para o relvado.

Durante cerca de 10 minutos, Eriksen foi reanimado pela equipa médica, com um cordão humano formado pela restante equipa, que assim deu mais privacidade ao colega, visto que as câmaras não conseguiam captar as manobras de reanimação e o drama humano que ali se vivia.

O jogador foi retirado do relvado de maca, rodeado pelos restantes jogadores e com bandeiras da Finlândia à sua volta para dar privacidade na evacuação.

As boas noticias ainda chegaram ontem, com os écrans do estádio a mostrarem a mensagem de que Eriksen estava consciente e que o seu estado de saúde era estável.

Mais tarde, também foi passada a informação que o jogador fez uma videochamada com os seus colegas de equipa, em que pediu para que eles terminassem a partida, pois ele estava bem.

O jogo foi retomado cerca de 1h30 depois e a Finlândia venceu por uma bola a zero. Até na hora do golo se notou o respeito da equipa adversária pelo que acontecera. A Finlândia está pela primeira vez no Euro2020 e houve contenção na hora do festejo deste golo histórico para a seleção da Finlândia.

O “herói” da noite, Simon Kjaer – apesar da aparente calma que manifestara – quando o jogo foi retomado, pediu para sair, alegando “estar em choque”.

Esta manhã, a Federação dinamarquesa de futebol emitiu um comunicado onde atualizava a situação clínica do jogador, “ele está estável e continua hospitalizado para novos exames”, acrescentando que “a equipa e staff da seleção receberam assistência psicológica face ao sucedido continuarão à disposição uns dos outros depois do incidente de ontem”.

Hoje, o médico da seleção dinamarquesa confirmou, oficialmente, que o futebolista Christian Eriksen sofreu uma paragem cardíaca durante o jogo de ontem. Acrescentando que “ele esteve quase a ir-se”.

 

   

Leia também